nsc
dc

Tecnologia

Claro, Vivo e Tim vencem leilão das principais faixas do 5G

As operadoras aderiram às frequências de 4,5 GHz, faixa que permitirá velocidades até cem vezes mais rápidas do que o 5G

04/11/2021 - 14h55

Compartilhe

Folhapress
Por Folhapress
Brasil já tem instalada a sua primeira antena rural destinada ao 5G, ainda em caráter experimental
Brasil já tem instalada a sua primeira antena rural destinada ao 5G, ainda em caráter experimental
(Foto: )

As maiores operadoras de telefonia do Brasil - Claro, Vivo e Tim -, arremataram as principais faixas do leilão do 5G, nesta quinta-feira (4). 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

> Leilão do 5G: entenda o impacto dessa tecnologia na sua vida

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou que as operadoras aderiram às frequências de 4,5 GHz, faixa que permitirá velocidades até cem vezes mais rápidas do que o 4G. Essa frequência foi separada em quatro lotes, e um deles não recebeu proposta.

A Claro arrematou o primeiro lote por R$ 338 milhões. A oferta da Vivo para a segunda fatia foi de R$ 420 milhões. A Tim, por sua vez, venceu o terceiro lote por R$ 351 milhões.

> Leilão de 5G vai estimular cobertura 4G no campo

Na frequência de 700 MHz, que permite ampliação das redes de 4G, o primeiro lote foi arrematado pelo fundo Patria. A operadora arrematou a frequência com cobertura nacional, oferecendo lance de R$ 1,4 bilhão, com ágio de 805,8%. 

Como vencedor desse lote, o Patria terá que levar o 4g a mais de 1.100 trechos de rodovias federais. Com isso, o Brasil terá uma nova operadora de telefonia móvel. 

> Quanto ganha professor da rede pública eleito entre melhores do mundo

Até julho de 2022, o serviço de quinta geração deverá estar disponível em todas as capitais nacionais.

Leia também

WhatsApp para de funcionar em Androids e iOs, veja em quais versões

Bolsonaro discute com humorista por “rachadinha” e encerra entrevista

Serpente mais venenosa do Brasil é encontrada em casa no Vale do Itajaí

Colunistas