nsc
santa

Administração pública

Como desburocratizar os serviços no setor público?

Gestão deve buscar métodos que diminuam a burocracia envolvida em trâmites e processos para a população

30/04/2021 - 08h02

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
De acordo com a FIES, 84% dos brasileiros acreditam que o país é burocrático
De acordo com a FIES, 84% dos brasileiros acreditam que o país é burocrático
(Foto: )

O excesso de burocracia hoje pode ser considerado um dos principais entraves para o desenvolvimento dos países. Inclusive, é um dos componentes do chamado “Custo Brasil”, que consiste em um conjunto de dificuldades que atrapalham o crescimento da atividade econômica no país. Portanto, promover a desburocratização também é um dos principais desafios da gestão pública.

Reduzir processos burocráticos é, sobretudo, uma solicitação dos cidadãos. Segundo uma pesquisa da Fies (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), 84% da população brasileira acredita que o país é burocrático. E isso reflete em transtornos como: filas em repartições públicas, atendimento pouco eficaz, exigência de documentos em excesso, informações desencontradas e demora em processos.

> Cidades digitais: Entenda como a tecnologia pode contribuir com os municípios

O assunto é tão imperativo que inclusive virou lei. Em outubro de 2018 foi sancionada, pelo então presidente Michel Temer, a Lei da Desburocratização (Lei 13.726/2018). O texto prevê, entre outras medidas, o fim da obrigação de reconhecimento de firma, dispensa de autenticação de cópias e a não-exigência de determinados documentos pessoais para atendimento em órgãos públicos.

A Lei contribuiu com a minimização de etapas em alguns processos, mas ainda assim, é importante que a gestão pública brasileira busque diferentes estratégias para contribuir com o avanço do país.

Confira algumas mudanças estruturais e ações práticas que podem colaborar com esse processo:

Vontade política

A desburocratização deve estar presente na mentalidade do gestor público e ser, de fato, uma prática de sua administração. As ações devem sempre ser comunicadas à população.

Foco em resultados

A desburocratização passa por estabelecer objetivos claros e mensuráveis para a gestão pública. Só assim é possível enxergar o que está atrasando o cumprimento das metas e o que pode ser eliminado, de forma a se alcançar maior eficiência.

> Timbó inova e se torna referência nacional ao desburocratizar serviços

Gestão horizontal

A burocracia serve, principalmente, ao modelo de gestão vertical, em que tudo passa pela decisão do gestor, que está no topo da pirâmide. Tornar a gestão pública mais horizontalizada, delegando responsabilidades e poder de decisão a outros atores, facilita a desburocratização e a eficiência do serviço público.

Adoção de tecnologia

As ferramentas tecnológicas possibilitam a automação de muitos serviços considerados repetitivos e manuais. A digitalização da gestão também promove a eliminação do papel nos processos administrativos, reduzindo gastos e agilizando a tramitação. Um gestor público que busca enfrentar a burocracia deve promover o uso de soluções tecnológicas.

Timbó é exemplo nacional de digitalização de serviços

A Prefeitura Municipal de Timbó deu um passo importante no desafio de desburocratizar a administração pública. Com o programa Simplifica Timbó, agora os cidadãos contam com mais de 500 serviços públicos disponíveis em um só lugar, pela internet e também em espaço físico. E isso vai além do atendimento ao cidadão, com o oferecimento de suporte para todas as situações, como esclarecimento de dúvidas, impressão de guias e carnês.

> Mais comodidade para população: Confira as principais vantagens do Simplifica Timbó

O Simplifica Timbó é baseado em um tripé: facilidade, agilidade e economia. Todos os mais de 500 serviços poderão ser realizados pela internet ou por WhatsApp, mas aqueles que necessitam de atendimento de urgência podem ir até a sede física do Simplifica. Isso resulta em menor gasto de tempo com deslocamentos, filas e papelada.

Por fim, o programa traz uma economia para os cofres públicos, uma vez que tudo estará centralizado em um único ambiente.

Transformação para uma cidade digital

De acordo com a Prefeitura, a implantação do sistema é o primeiro passo, aliado a outros projetos, que visam a evolução de Timbó para se tornar uma cidade digital. Para isso, a administração municipal tem acompanhado as tendências da tecnologia e buscado se adequar.

No caso do Simplifica, lançado em 25 de março, a administração estima uma demanda de 500 atendimentos por dia, com digitalização de documentos e abertura de processos. No Brasil, somente outras duas cidades contam com um sistema semelhante: Campos Novos (SC) e Palmas (TO).

Para conhecer como o Simplifica Timbó beneficia a desburocratização na prestação de serviços e atendimentos, acesse o site oficial do projeto: www.simplificatimbo.sc.gov.br.

O Simplifica está localizado na Rua Japão, número 408 — Bairro das Nações e o atendimento será de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h (sem fechar para o almoço). O telefone é o (47) 3380-7900.

Acesse o canal Simplifica Timbó no NSC Total e saiba mais sobre esse programa inovador.

Leia também

Mercado de trabalho: 5 dicas para conquistar o primeiro emprego

​Feminicídio pode ser justificado como legítima defesa da honra? Entenda a decisão do STF

Colunistas