nsc
    dc

    Mundo

    Dicionário Collins elege a palavra do ano de 2020; veja qual foi

    Lista inclui outros termos associados à pandemia, como o previsível "coronavírus"

    10/11/2020 - 05h37 - Atualizada em: 10/11/2020 - 20h28

    Compartilhe

    Por AFP
    Dicionário de inglês Collins elegeu "confinamento" como a palavra do ano 2020
    Dicionário de inglês Collins elegeu "confinamento" como a palavra do ano 2020
    (Foto: )

    "Confinamento", a medida restritiva adotada por vários governos ao redor do mundo para limitar a disseminação do novo coronavírus, foi eleita nesta terça-feira (9) a palavra do ano de 2020 pelo grupo que publica o dicionário de inglês Collins.

    > Concursos públicos em SC: confira as vagas em novembro, salários e como se inscrever

    "Lockdown" (confinamento, em português) aparece em uma lista de dez palavras - várias delas relacionadas à pandemia - estabelecida pelos lexicógrafos de Collins, que estudam a evolução da língua inglesa.

    O Collins registrou mais de 250 mil usos do termo em 2020, contra apenas 4 mil no ano passado.

    "A língua reflete o mundo ao nosso redor e 2020 foi dominado pela pandemia global", disse Helen Newstead, consultora de conteúdo linguístico do Collins, em um comunicado.

    "Escolhemos 'confinamento' como a palavra do ano porque resume uma experiência compartilhada por bilhões de pessoas que tiveram que restringir seu cotidiano para deter o vírus", acrescentou.

    > SC tem mais de 4 mil vagas de empregos abertas no Sine; saiba como concorrer

    No Reino Unido, um dos países mais afetados pela pandemia na Europa, com mais de 49 mil mortes, os habitantes da Inglaterra estão novamente confinados desde 5 de novembro, por um mês, após terem vivido um primeiro confinamento decretado no final de março.

    A lista inclui outros termos associados à pandemia, como o previsível "coronavírus", assim como "social distancing" (distanciamento social), "self-isolate" (auto-isolar), "key worker" (trabalhador essencial) e "furlough" (licença de trabalho, forçada ou permitida).

    Também se destaca a sigla "BLM", que se refere a outro acontecimento do ano, as manifestações do movimento americano "Black Lives Matter" (Vidas Negras Importam) celebradas após a morte de George Floyd, um homem negro americano asfixiado sob o joelho de um policial branco, em Minneapolis, no final de maio.

    > Quer receber notícias por WhatsApp? Inscreva-se aqui

    As redes sociais, onde muitas vezes surgem palavras novas, permitiram incluir os termos "TikToker" (produtor de conteúdo na plataforma TikTok) e "mukbang", um fenômeno originário da Coreia do Sul que consiste em se filmar comendo grandes quantidades enquanto interage com seus seguidores.

    O último item da lista é "Megxit", contração de "Meghan" e "exit" (saída), uma alusão ao Brexit para se referir à saída do Príncipe Harry e sua esposa Meghan da família real britânica, anunciada em janeiro.

    Leia mais:

    Baleia jubarte salta e quase engole canoístas; veja o vídeo

    Internautas viralizam 'previsão' de Simpsons sobre eleições nos EUA

    Mapa do Coronavírus: acompanhe a evolução da Covid-19 em Santa Catarina

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas