nsc

publicidade

Nosso jeito de cuidar apresenta 

Conheça a história da música que inspira a campanha Nosso Jeito de Cuidar

Músico Jefté Salles, do duo Dois é Par, fala sobre relacionamentos e música

03/09/2019 - 09h13 - Atualizada em: 03/09/2019 - 09h19

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
duo Dois é par fala sobre relacionamentos e amor

“Abre a porta do seu coração”: é assim que inicia a letra da música 1 + 1 = 2, interpretada por Jefté Salles e Larissa Muniz, o duo Dois é Par.

— Ela é intensa porque fala da verdade que todos nós experimentamos: que seria: “nem sempre estamos prontos para o amor”. Nem todos os amores nascem prontos como em um conto de fadas. Às vezes, é necessário enfrentar o medo e dar passagem à luz para só assim sairmos da escuridão — descreve Jefté.

— Observar o óbvio é difícil, amar é difícil, nos desgarrarmos de nossas prisões é um exercício contínuo — continua o cantor.

A descrição sobre a música, com seus arranjos acústicos e leveza do som, foi suficiente para ser escolhida para a campanha Nosso Jeito de Cuidar, que marca a transformação cultural da cooperativa de saúde da Grande Florianópolis, a Unimed.

— O mais incrível é que o projeto se encaixava perfeitamente com o que acreditamos e queremos levar com nosso trabalho. Amor, paz e sorrisos. Depois que vimos o filme pronto, foi impossível não se emocionar. A sensibilidade das imagens com as vozes e o encaixe da letra foi perfeito — comenta Jefté.

Confira como ficou o filme documentário, com cenas reais e a trilha interpretada pelo duo Dois é Par:

Sobre relacionamento, amor e compaixão

O duo Dois é Par tem pouco tempo de história. O lançamento oficial do primeiro álbum foi em julho deste ano, em São Paulo. Mesmo com pouco tempo nas ruas, a primeira turnê já começa a ser organizada.

— Estamos agora no processo de estudar algumas capitais brasileiras para levarmos o nosso show. Floripa está nos nossos planos. Seria um sonho! — comenta o músico.

As músicas do casal refletem, principalmente, a relação de amor dos dois, que se conheceram online, devido à rede de contatos profissionais que ganhava força nas mídias sociais.

— Nosso primeiro encontro pessoal aconteceu no Rio de Janeiro, quando fui até lá para conhecer a carioca cantora. Costumamos dizer que a música nos apresentou um ao outro — relata Jefté.

Ainda assim, o romance demorou até se tornar relacionamento.

— Só depois de “abrir a porta do coração”, que resolvemos retomar o contato. E aí a sequência foi: namoro, do namoro surgiu o Dois é Par e do Dois é Par o casamento.

Filme documentário da Unimed Grande Florianópolis registra momentos reais
Nem todos os amores nascem prontos como em um conto de fadas, às vezes é necessário enfrentar o medo e dar passagem à luz pra só assim sairmos da escuridão", descreve Jefté Salles
(Foto: )

Confiança e estabilidade

— A cooperativa também está vivendo uma fase estável, com perspectivas promissoras e o novo posicionamento vem para solidificar nossa cultura, que é cuidar das pessoas, não se trata de apenas números, crachás ou carteirinhas — afirma Dr. Théo Fernando Bub, presidente da cooperativa na Grande Florianópolis.

O novo momento vivenciado pelos cooperados e colaboradores reflete no atendimento humanizado. Esse movimento aparece tanto na realização de exames, quanto na internação de pacientes, ou numa simples ligação com um atendimento atencioso e agradável ao usuário – ainda que haja investimentos em tecnologia para agilizar processos de agendamento de consultas e negociações com o plano de saúde.

— Estamos com uma importante transformação digital e que vai facilitar muito o atendimento. As máquinas e os robôs devem ser utilizados para diminuir as distâncias entre as pessoas, encurtar o tempo entre a necessidade e a sua mitigação, acelerar resultados, sobrando tempo para gastar com atenção e calor humano — comenta o presidente.

Conheça mais histórias e relatos do Nosso Jeito de Cuidar

Deixe seu comentário:

publicidade