nsc
an

Gamer

Conheça 'Manteiga', a jovem de Joinville que acumula milhares de seguidores no mundo dos games

Influenciadora e streamer de Fortnite, ela é uma das integrantes da Hero Base, que reúne profissionais dos games em Joinville

14/09/2021 - 17h57

Compartilhe

Isadora
Por Isadora Nolf
Manteiga Hero Base Fortnite
Manteiga é uma das influenciadoras da Hero Base, de Joinville
(Foto: )

Com apenas 19 anos, a Mah, ou "Manteiga" como é conhecida nas redes sociais, já fez bastante coisa. Morou em convento, trabalhou em escritório e hoje é uma das integrantes da Hero Base, que reúne gamers e influenciadores do mundo dos jogos online em uma mansão em Joinville

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Para ela, jogar video-game começou apenas como um hobby. Mah trabalhava como auxiliar administrativa e jogava muito MOBA (arena de batalha online multiplayer), quando conheceu o Fortnite — game que é febre mundial e, hoje, a especialidade da jovem. Ela começou a jogar sem nenhuma pretensão e, um tempo depois, publicou seu primeiro vídeo no YouTube, conquistando audiência rapidamente.

Antes da fama na internet, a joinvilense já morou em um convento de freiras — onde ficou por três anos, mas acabou sendo expulsa:

— Eu era bem novinha, mas era muito brincalhona. Elas me expulsaram porque falaram que eu ainda precisava amadurecer um pouco mais. Mas foi uma época muito legal na minha vida que, mesmo sendo expulsa, me ajudou a amadurecer bastante.

Atualmente, a Manteiga possui mais de 400 mil inscritos no YouTube. Apesar disto, ela conta que a melhor parte de produzir conteúdo é a sentimental. 

— Tu anda na rua, as crianças te reconhecem, te admiram, pedem pra tirar foto... Muitas delas falam que quando estavam triste ou em depressão, acabam vendo teu vídeo e se sentem melhor, isso é muito legal. Você vê que a galera gosta daquilo que tu faz, você se sente bem fazendo, o retorno que tu tem é muito gratificante, é muito importante — conta.

E é claro que nem tudo são rosas. Com os fãs e o reconhecimento, vem também o "hate" e os comentários maldosos. A Mah explica que, com o tempo, acabou aprendendo a lidar com essa situação e que se tornou algo normal. Mesmo assim, os membros da Hero Base fazem acompanhamento psicológico.

— Eu acho muito importante, muito mesmo. porque às vezes a gente não sabe com o que lidar ou o que fazer, e ela tá ali pra ajudar. Então a gente vai sentar com ela, vai conversar e ela vai dizer o que a gente tem que fazer... Tu sai da sessão com ela e parece que ela é tua melhor amiga, que tu pode contar tudo pra ela. 

Manteiga Fortnite
Hero Base reúne gamers em Joinville
(Foto: )

> Cenário competitivo do PUBG Mobile, de Santa Catarina para o mundo

Este tipo de acompanhamento se torna ainda mais importante quando levamos em conta que o universo gamer ainda pode ser muito hostil com o público feminino. Manteiga conta que a comunidade do Fortnite é mais tranquila, não costuma desprezar as meninas que jogam, mas que já foi hostilizada em outros jogos. Já aconteceu de, no meio de uma partida, mandarem ela ir "lavar uma louça".

Apesar disso, a influencer está otimista quanto ao cenário gamer para as meninas. Isto porque, segundo ela, cada vez mais mulheres estão criando canais no YouTube, fazendo lives e criando seu próprio espaço na área. E, mesmo sem a intenção, a jovem acaba influenciando outras meninas a criar conteúdo também, fortalecendo ainda mais a comunidade.

*Com informações do repórter André Lux, da NSC TV

Leia também

Festival de Dança de Joinville 2021 abre venda de ingressos; veja as datas e como comprar

Joinville terá feira de empregos com foco na construção civil

Dez anos após interdição, ginásio de Joinville terá anúncio de reforma

Colunistas