nsc
dc

Vacinação

Consórcio por vacinas contra Covid tem a participação de 49 cidades catarinenses

Prazo para os municípios entrarem no grupo termina nesta sexta (19)

19/03/2021 - 10h13 - Atualizada em: 19/03/2021 - 10h14

Compartilhe

Fernanda
Por Fernanda Mueller
A Frente Nacional de Prefeitos já negocia doses da vacina russa Sputkik V com o laboratório brasileiro que tem acordo para produzir o imunizante
A Frente Nacional de Prefeitos já negocia doses da vacina russa Sputkik V com o laboratório brasileiro que tem acordo para produzir o imunizante
(Foto: )

O prazo para as cidades se inscreverem no consórcio nacional de prefeituras interessadas em comprar vacinas contra a Covid-19 termina nesta sexta-feira (19). Um total de 49 municípios catarinenses estão inscritos no grupo. 

> Receba as notícias do NSC Total pelo WhatsApp; clique e saiba como

Joinville foi a última cidade de Santa Catarina a garantir vaga no consórcio. O prefeito Adriano Silva sancionou na última quarta-feira (17) a lei municipal que confirma o protocolo de intenções firmado entre os municípios brasileiros. 

Entre os outros municípios que já oficializaram o interesse em fazer parte do grupo, estão Balneário Camboriú, Blumenau, Criciúma, Florianópolis, Itajaí, Lages e São José.

O consórcio é liderado pela Frente Nacional de Prefeitos e tem participação de quase 2,5 mil cidades de todo o país. A intenção das prefeituras é unir forças e aumentar o poder de negociação com laboratórios, já que, no momento, as doses estão sendo apenas negociadas com o Ministério da Saúde. 

Caso o Plano Nacional de Imunização do governo federal não dê conta de suprir toda a população, os prefeitos já teriam alternativa para aquisição das vacinas. 

> Acompanhe dados da vacinação em cada município de SC no Monitor da Vacina

A Frente Nacional de Prefeitos já negocia doses da vacina russa Sputkik V com o laboratório brasileiro que tem acordo para produzir o imunizante, mas ainda não há confirmação de valores e a quantidade de doses que serão adquiridas. Além das vacinas, o consórcio também pretende comprar equipamentos, medicamentos e insumos necessários no combate à pandemia. 

No dia 22 deste mês, com a lista oficial de cidades aprovadas, serão conhecidos os municípios que efetivamente farão parte do consórcio.

Colunistas