nsc
dc

Atendimento médico

Consultas e exames eletivos são autorizados nos hospitais públicos e particulares de SC

Cirurgias eletivas de média e alta complexidade, porém, continuam suspesas em todo o Estado até 30 de abril

15/04/2021 - 09h41

Compartilhe

Maria Eduarda
Por Maria Eduarda Dalponte
Hospitais públicos e particulares podem voltar a fazer consultas eletivas
Hospitais públicos e particulares podem voltar a fazer consultas eletivas
(Foto: )

Todas as consultas e os exames eletivos foram liberados em Santa Catarina a partir dessa quarta-feira (14) com a publicação de uma nova portaria (394) da Secretaria de Estado da Saúde (SES). 

Os procedimentos cirúrgicos eletivos, porém, continuam suspensos até 30 de abril. A medida é válida para todos os hospitais públicos, particulares, filantrópicos e administrados por Organização Social.

> Polêmica: Médicos de SC receitam nebulização com hidroxicloroquina para tratar Covid-19

> Quer receber notícias do NSC Total no WhatsApp? Increva-se aqui

Cirurgias e exames eletivos são todos aqueles marcados com antecedência e que não têm caráter de urgência ou emergência. Os atendimentos começarão por aqueles que já tiveram seus procedimentos previamente autorizadas pela Central Estadual de Regulação Ambulatorial. Os pacientes serão chamados na ordem dos agendamentos feitos antes da suspensão das atividades devido à pandemia.

As consultas e exames eletivos devem ser realizados em um espaço isolado das alas de tratamento da Covid-19. Todos os protocolos de saúde, como utilização de máscara, distanciamento social e aferição de temperatura devem ser seguidos. Cada paciente pode ter no máximo um acompanhante, com prioridade para os casos em que crianças, idosos e pessoas com deficiência são atendidas.

> Abril já é o 3º mês com mais mortes por covid-19 na pandemia em SC

A portaria ainda trata sobre o transporte de pacientes para consultas e exames em outras cidades. O documento recomenda que seja reduzido o número de pessoas nos veículos e "contraindica formalmente" o transporte de pessoas com febre ou sintomas resporatórios.

Cirurgias eletivas suspensas até 30 de abril

Em outro documento publicado nessa quarta (14) pela Secretaria da Saúde, a pasta prorroga a portaria nº 168, de fevereiro de 2021, e suspende até 30 de abril todos os procedimentos cirúrgicos eletivos de média e alta complexidade, que demandem anestesia geral, uso de sedoanalgésicos e anestésicos intravenosos ou, ainda, que impliquem em reserva de leito de UTI. 

> Brasileiros têm barreira para entrar em pelo menos 22 países em função da pandemia; veja lista

Os procedimentos cirúrgicos que não demandam o uso de fármacos sedoanalgésicos intravenosos estão autorizados em Santa Catarina. A medida é válida para todos os hospitais públicos, particulares e administrados por Organização Social em SC que têm leitos de internação de UTI, intermediários ou clínicos para o tratamento da Covid-19.

A realização de procedimentos cirúrgicos de urgência e emergência, assim como os procedimentos tempo-sensíveis — aqueles em que a vida do paciente pode estar em risco — continuam autorizados no Estado.

*Com supervisão de Augusto Ittner

Leia também

Lamborghini flagrado a 160km/h pode custar até R$ 3 milhões

UFSC nega vínculo com professor pichador da Capital

Vídeos flagram orgia em casa de Airbnb e áudio de dona viraliza

Colunistas