nsc
hora_de_sc

Viralizou

UFSC nega vínculo com professor que fez pichação contra Bolsonaro em Florianópolis

Seguranças de um prédio em construção teriam flagrado o caso no Campeche

14/04/2021 - 19h38

Compartilhe

Redação
Por Redação Hora
Professor pichando em Florianópolis
Suposto professor teria sido flagrado e forçado a limpar a pichação
(Foto: )

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) afirmou nesta quinta-feira (14) que não possui nenhum vínculo com o professor que supostamente teria sido flagrado pichando críticas ao presidente Jair Bolsonaro em uma construção em Florianópolis.

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

Em um vídeo que circula nas redes sociais o homem diz ser professor aposentado da UFPR (Universidade Federal do Paraná). No entanto, nas redes sociais diversos perfis compartilharam o caso citando a UFSC e criticando a conduta. Uma mensagem que circula no WhatsApp também relaciona o vídeo à UFSC.

As imagens mostram o homem que diz ser professor admitindo que fez as pichações contra Bolsonaro no local. Os vídeos mostram os tapumes de um prédio em construção no Novo Campeche, no Sul da Ilha, com dizeres como "Bolsonaro assassino" e "genocida".

Conforme o vídeo, o homem teria sido flagrado pelos seguranças da obra. Com o acordo da polícia não ser acionada, o suposto professor universitário teria aceitado limpar a pichação.

Como nenhum órgão de segurança foi acionado, não há confirmação da situação por parte da Polícia Militar, Polícia Civil ou da Guarda Municipal de Florianópolis. Nas imagens, os envolvidos afirmam que o caso ocorreu na noite desta quarta-feira (13).

Leia também

Médium escreve carta psicografada sobre Paulo Gustavo: mensagem seria de uma ancestral do artista

Evento com Luciano Hang e Esquiva Falcão gera aglomeração sem máscara em Brusque

A vida de luxo e ostentação da ‘herdeira do tráfico’ em SC

Colunistas