nsc
nsc

Incentivo à economia

Cooperativa em Itajaí contribui com a retomada econômica e oferece vantagens para pequenas e médias empresas

No município, o cooperativismo beneficia empreendedores em capital de giro, capacitação e encontros para networking

23/06/2022 - 13h04

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
Itajaí é o segundo município em Produto Interno Bruto (PIB) nominal e per capita no Estado
Itajaí é o segundo município em Produto Interno Bruto (PIB) nominal e per capita no Estado
(Foto: )

Enquanto o país passa por um processo de recuperação econômica, alguns entraves ainda podem dificultar a retomada efetiva de negócios, principalmente pequenos e médios – que são os que mais empregam e geram renda. Por isso, contar com iniciativas e ações que fomentem o desenvolvimento de empresas e comércios é fundamental para a estabilidade e crescimento da economia.

Em Itajaí, um dos municípios de maior movimentação econômica no estado catarinense – o segundo em Produto Interno Bruto (PIB) nominal e per capita -, entidades contribuem para o desenvolvimento por meio de programas que incentivam empresas locais, seja por meio de concessão de crédito e iniciativas que facilitam os processos para os empreendedores. Para se ter ideia, na prática, de janeiro a abril deste ano, o município apresentou um saldo de vagas formais de trabalho em 3871 empregos - número que pode aumentar com medidas que tornem o ambiente de negócios mais favorável.

> Concerto especial celebra aniversário de Itajaí; veja como foi o evento

Moacir Maximiliano da Silva, proprietário do Maximoveis, que fabrica móveis sob medida, é um dos beneficiados em Itajaí. Por meio de iniciativas de fomento da cooperativa da qual faz parte desde 2011, a Credifoz, consegue capital de giro mais ágil, com cheques e boletos. A empresa teve início em 1993 e, há 4 anos, faz parte do comitê cooperativo.

— A cooperativa me auxiliou muito no crescimento da empresa, na compra de máquinas novas e veículo para transporte — reforça o cooperado.

Já o empresário Gerson Luiz Severo, que possui uma pizzaria com massas italianas e uma pastelaria, também em Itajaí, conta que com iniciativas de fomento, agora vai abrir também um Grill no shopping de Itajaí.

— Nossos planos continuam sendo no sentido de empreender cada vez mais, com muito cuidado necessário em função de vários obstáculos enfrentados pela nossa economia no pós-pandemia, insegurança política e jurídica.

Os dois empreendedores foram beneficiados com as iniciativas da Credifoz, cooperativa fundada há 14 anos no município de Itajaí. Severo detalha que decidiu participar do sistema cooperativo pelo modelo diferenciado. Além das taxas reduzidas, Severo cita como fundamentais o suporte no atendimento e a transparência nas operações.

Nós não pagamos as taxas altíssimas no sistema bancário, mas pagamos cotas que acabam sendo revertidas em benefício próprio, e quando necessitamos de giro de capital, temos uma incomparável taxa a contratar, bem abaixo das instituições bancárias, e no final do exercício anual, ainda dispomos de um retorno sobre o lucro da cooperativa — completa o empreendedor.

Fomento ao empreendedorismo

Ajuda mútua, responsabilidade e solidariedade estão entre os valores praticados pelo movimento cooperativo no mundo todo, e não seria diferente em Santa Catarina. Com objetivo de fomentar o senso de localidade, a cooperativa realiza iniciativas gratuitas de apoio aos micro e pequenos empreendedores, para que eles deixem as finanças organizadas e em dia.

Nos encontros de negócios, a consultoria da cooperativa aborda o cenário econômico local, assim como os desafios e oportunidades dos empreendedores da região. Neste mês, a Credifoz realizou o primeiro evento presencial após a pandemia, no município de Itajaí. Após a apresentação do cenário, os participantes do evento participam de rodadas de conversas com temas relacionados à gestão dos seus negócios. O objetivo é fomentar o networking e apresentar suas empresas para os outros cooperados presentes.

Durante a pandemia, a cooperativa também focou na inserção digital para um mundo voltado ao e-commerce. Para isso, realizou o evento “Navegando no empreendedorismo digital”, visando o desenvolvimento técnico e comportamental dos cooperados para que eles elaborem estratégias sustentáveis de manutenção e crescimento dos negócios. Marketing e vendas, redes sociais e marketing digital estiveram entre os assuntos dos encontros, realizados de forma presencial e online.

Apoio aos micro e pequenos empreendedores
A cooperativa realiza iniciativas gratuitas de apoio aos micro e pequenos empreendedores no município e região
(Foto: )

Além disso, com o novo projeto Inova Litoral, a cooperativa vai prestar consultoria para pequenas empresas de forma completamente gratuita. O programa de aceleração de crescimento de negócios tem como meta capacitar e apoiar pequenos negócios locais, com ferramentas para alavancar seus negócios, visando desenvolver comportamentos empreendedores e a gestão de seu empreendimento, com modelagem de negócio, estratégias e obtenção de crédito, consolidados através de capacitação especializada. Em parceria com a Hack Inova, o programa iniciou em abril com a turma de Itajaí – mas deve ser ampliado para outros municípios, como Penha, Piçarras, Camboriú, Itapema e Tijucas.

Ao todo, são 30 vagas por cidade, distribuídas entre cooperados e a comunidade. Os ensinamentos são abordados em quatro módulos: No primeiro, aborda o comportamento empreendedor, buscando responder perguntas como “Quem é o meu cliente?”, “Qual problema estou resolvendo?”, “Qual é o melhor modelo de negócio?”.

No segundo, a cooperativa auxilia o empreendedor a estruturar e gerir o negócio. No terceiro, o inserção no mercado digital com estratégias específicas para essa finalidade são foco da monitoria. No quarto módulo, a jornada para a tomada de crédito passa por um pente fino – é uma oportunidade para os empreendedores conhecerem mais sobre a tomada de crédito a juros baixos, podendo investir em sua empresa com esse workshop do programa.

Cooperativa atua para desenvolvimento econômico local

Somente nos projetos aos pequenos negócios, a Cooperativa atua de forma consistente em dois dos sete princípios básicos do cooperativismo – “Educação, formação e informação” e “Interesse pela comunidade”.

> Saiba qual é a programação do aniversário de 162 anos de Itajaí

Com mais de 79 mil cooperados, a Credifoz foi constituída em 2008, a partir de um grupo de empresários em Itajaí. O objetivo era atender à classe empresarial da região. No entanto, logo a cooperativa abriu a adesão também para pessoas físicas, tendo em vista que os empresários querem compartilhar os benefícios do cooperativismo também com suas famílias e funcionários.

Conta com mais de 79 mil cooperados
Com mais de 79 mil cooperados, a Credifoz está há 14 anos transformando a história de empreendedores locais
(Foto: )

Junto a outras 12 cooperativas de crédito, a Credifoz faz parte do Sistema Ailos, que atende toda região sul do Brasil. Com 14 anos de atuação, a cooperativa conta com 18 postos de Atendimento físicos, sendo 4 deles em Itajaí, além de um posto de atendimento móvel. Ainda em 2022, a Credifoz pretende abrir uma nova unidade no bairro São Judas, ampliando ainda mais a proximidade com os moradores da cidade de Itajaí.

Por meio de uma parceria com entidades e associações da região, como as Câmaras de Dirigentes Lojistas, a cooperativa oferece produtos e serviços aos empreendedores locais, consultoria e apoio aos negócios.

Ailos Aproxima facilita vida do empreendedor

O Ailos Aproxima é uma plataforma de marketplace onde cooperados PJ da Credifoz podem cadastrar seus produtos para venda de forma gratuita. A plataforma oferece métodos de pagamento (parcelamento por cartão, pagamento via Pix) e também a logística para a entrega dos produtos para o consumidor final. É uma vitrine de produtos dos nossos cooperados, que fomenta o negócio local e o crescimento dos nossos PJs.

Conheça os benefícios de ser um cooperado da Credifoz.

Leia também

Saiba por que Itajaí é uma das melhores cidades para morar em SC

No aniversário de Itajaí, linha do tempo destaca fatos curiosos

Setor terciário é motor da economia em SC e conta com linha de frente nas casas legislativas

Colunistas