nsc
    hora_de_sc

    Pandemia

    Coronavírus: secretário de Saúde de Florianópolis reforça atenção para a população idosa

    Carlos Alberto Justo da Silva recomendou que pessoas idosas com saúde debilitada evitem lugares públicos com aglomeração

    13/03/2020 - 11h02 - Atualizada em: 16/03/2020 - 09h16

    Compartilhe

    Lucas
    Por Lucas Paraizo
    Coronavirus
    Letalidade da doença é maior na população idosa
    (Foto: )

    Com os primeiros casos confirmados do novo coronavírus em Santa Catarina diagnosticados na cidade, a maior preocupação da prefeitura de Florianópolis é com a população idosa. O ponto foi reafirmado pelo secretário de Saúde da Capital, o médico Carlos Alberto Justo da Silva, em entrevista ao programa Notícia na Manhã, da CBN Diário, nesta sexta-feira (13).

    > Em site especial, saiba tudo sobre coronavírus

    O secretário destacou que Florianópolis está seguindo todos os protocolos do Ministério da Saúde e do Governo do Estado, e que a cidade está preparada para atender os pacientes com a doença Covid-19, mas pediu que a população tome medidas de prevenção:

    — A recomendação é de que as pessoas idosas e com saúde debilitada evitem aglomeração, fiquem em casa, usem álcool gel e recomendem para quem tiver contato usar também. Vamos trabalhar com a proteção dessa faixa etária que é quem mais vai sofrer com a doença.

    Apesar da letalidade do novo vírus ser baixa (a cada cem contaminados cerca de três morrem), nos idosos com mais de 80 anos ou com doenças crônicas as chances de complicações ou até morte pela Covid-19 são bem maiores. Em quem tem mais de 80 anos, por exemplo, a probabilidade de morte é 6,4 vezes maior do que no resto da população, segundo os especialistas.

    Entre as doenças crônicas, um dos riscos é a diabetes, que diminui a imunidade do paciente se não estiver controlada. Assim, a contaminação pelo novo coronavírus pode evoluir para uma pneumonia. Pacientes com DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica), com bronquite ou enfisema, também são vulneráveis porque o vírus ataca justamente os pulmões já comprometidos.

    — Antes de começar a bloquear estádio, não ir em festas, a minha primeira preocupação é que o idoso se proteja — avaliou o secretário Carlos Alberto Justo da Silva.

    :: Idosos precisam de cuidado extra contra o novo coronavírus

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas