A cratera gigante que se abriu próxima a Lupércio, no interior de São Paulo, já começa a aparecer em imagens de satélite. Segundo informações do g1, a fissura já está a cinco metros da rua. Conforme a Secretaria de Obras do município de cerca de 4 mil habitantes, a cratera tem quase 300 metros de extensão.

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade exclusiva de colunistas do NSC Total

Conforme a prefeitura de Lupércio, a erosão no local começou em 2007, mas as chuvas recentes na região fizeram ela aumentar. A preocupação de quem mora perto é que a erosão avance em direção à avenida Santo Inácio, principal via da cidade, e à rua Adamastor Ferreira da Costa, que fica em área residencial. A prefeitura estima que o buraco tem, além dos 300 metros de extensão, 25 metros de largura e 15 metros de profundidade.

Uma das causas para o surgimento da cratera poderia ser um problema causado por danos em uma galeria de drenagem pluvial. Segundo a Secretaria de Obras, para consertar o buraco seriam necessários R$ 3 milhões, o que seria inviável apenas com recursos municipais.

“A prefeitura tem empreendido esforços para conter o avanço da erosão por meio de ações preventivas. Reconhecemos que a prefeitura sozinha não tem capacidade financeira para arcar com essa despesa sem comprometer outros setores vitais, como saúde, educação e demais serviços essenciais”, diz a nota.

Continua depois da publicidade

A cratera se formou em uma propriedade privada, utilizada para atividades agrícolas. A prefeitura afirma ainda que trabalha na possibilidade de desapropriação da área para que se possa avaliar melhor os riscos e tomar maiores providências.

Leia também

FOTOS: Avião partindo do Oeste de SC sai da pista durante pouso no RS

“Lua Cheia Rosa” será visível em todo o Brasil; saiba quando

Destaques do NSC Total