nsc
dc

Susto grande

Criança de sete anos é atacada por cachorros de rua em SC: "O pior podia ter acontecido"

Os animais foram recolhidos pela Secretaria de Agricultura do município para serem vacinados, castrados e encaminhados para adoção responsável

20/10/2021 - 05h32 - Atualizada em: 20/10/2021 - 08h32

Compartilhe

Gabriela
Por Gabriela Figueiredo
Imagens capturaram o momento em que o menino seguia o cachorro da família pela rua, com o cachorro que iria atacá-lo em seguida atrás.
Imagens capturaram o momento em que o menino seguia o cachorro da família pela rua, com o cachorro que iria atacá-lo em seguida atrás.
(Foto: )

Uma criança de sete anos foi atacada por dois cachorros em Curitibanos, no Meio-Oeste de SC. Imagens registraram o menino seguindo o cão da família na rua em frente à sua casa, no bairro do Bosque, quando outros dois animais - os agressores - o atacaram por trás. A vítima sofreu lesões nos glúteos e nas costas e foi encaminhada ao hospital, liberada e passa bem.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

O ataque aconteceu por volta das 14h de sábado (16). Os pais da criança registraram um boletim de ocorrência no mesmo dia, por volta das 21h, na Delegacia da Polícia Civil de Proteção a Criança, Adolescente, Mulher e Idoso do município. Questionada pela reportagem sobre o caso, a delegada Bricia Carolina Costa preferiu não comentar.

A ocorrência relata que o menino foi mordido por dois cachorros de rua de porte médio, e que o ataque foi gravado por camêras de monitoramento da rua. A criança passou por um exame de corpo de delito, que verificou ferimentos e cortes nas costas e nos glúteos do menino.

A mãe do menino conta que a criança estava acompanhada do pai, que lavava a moto em frente à própria casa, quando o cachorro da família andou pela rua.

Um vídeo registrado por câmeras de segurança flagra o momento em que a criança vai atrás do pet e atravessa a rua. É quando o menino encontra outros dois cachorros, que perambulavam pelo bairro há alguns dias, de acordo com a mãe.

As imagens mostram o menino seguindo o animal quando ele faz a volta para ir para casa. Nesse momento, os cachorros avançam por trás e atacam o menino, que cai no chão. O pai da criança ouviu os gritos do filho e foi socorrer o menino.

— Acho que se o meu marido não estivesse aqui na frente o pior tinha acontecido, foi muito horrível — contou a mãe da criança.

Segundo ela, o filho demonstrou medo de outros cachorros na rua após o ocorrido:

— Na segunda-feira, ele estava com dores de cabeça. Ele ficou com um pouco de trauma, está meio em choque. Ele viu um cachorro na rua e me agarrou forte, ficou com medo. Foi um grande susto.

> Veja quais são os nomes de cachorros mais populares do Brasil

De acordo com a mãe do garoto, outras duas crianças tinham sido atacadas pelos mesmos cachorros anteriormente. Conforme ela, o caso só teve atenção após uma publicação feita por ela nas redes sociais ter repercutido.

— Minha intenção no post foi alertar o município, e ninguém me deu uma resposta. Tenho o meu cachorro em casa. Minha intenção não é prejudicar os animais, mas a gente precisa responsabilizar, alguma coisa tem que ser feita para evitar que isso aconteça novamente — fala a mãe.

Na segunda-feira (18), os dois cachorros que estavam na rua foram recolhidos pela Secretaria de Agricultura de Curitibanos. Questionado pela reportagem, o secretário Ivan Sartor afirmou que os animais foram encaminhados para atendimento logo após receber as denúncias. Segundo ele, uma lei municipal orienta levar o cachorro para vacinação, castração e encaminhá-lo para adoção responsável.

— A suspeita é que um desses animais apareceu há 15 dias nesse bairro e que ele tinha dono. Ele apareceu nesse bairro por causa de uma cadela que estava no cio. Ele não é um animal de rua, porque nossos animais que moram na rua são microchipados para que a gente possa identificá-los. Hoje eles estão internados na clínica, os dois, lá eles apresentam comportamento dócil — afirma o secretário.

> Proibição de corrida de cães é rejeitada pela Assembleia Legislativa de SC

De acordo com Sartor, a Secretaria de Agricultura só teve conhecimento de outros casos de ataques feitos pelo mesmo cachorro após o menino de sete anos ter sido machucado.

Animais de rua já foram centro de outra polêmica no município

Curitibanos já havia sido palco de discussões a respeito da permissão ou não para alimentar cachorros de rua. Em agosto de 2020, uma lei que multava quem oferecesse comida ou bebida a cães de rua foi aprovada. Após uma repercussão ruim, as autoridades voltaram atrás. 

Já em janeiro de 2021, uma lei estadual foi aprovada para regularizar a alimentação de animais de rua. Segundo a legislação, qualquer pessoa pode fornecer comida e água em passeio público.

Também está prevista multa para quem impedir ou penalizar de alguma forma pessoas que ajudem os bichos na rua. O valor é de R$ 200, e pode ser cobrado em dobro em caso de reincidência. 

Leia também

Vídeo: cachorros ficam cercados por lava e são alimentados por drone em La Palma

Cachorros aparecem ao vivo e passeiam no estúdio da NSC TV; veja vídeo

Cãozinho sequestrado em casa é encontrado em Florianópolis

Colunistas