nsc
nsc

Educação

De quem é a responsabilidade de educar?

Com o objetivo de fortalecer o tripé “escola, família e aluno” para melhorar o desempenho de crianças e jovens, município de Gaspar lança o projeto Conexão Educa Gaspar

28/06/2021 - 08h33

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
De quem é a responsabilidade de ensinar?
Família e escola têm deveres diferentes e complementares na vida de crianças e jovens.
(Foto: )

Você sabia que pais menos ativos na educação dos filhos pode ser um fator prejudicial em longo prazo? É isso o que mostram pesquisas realizadas em nível nacional pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/MEC) e internacional pelo Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa), destacando que alunos cujos pais possuem interesse nos estudos tendem a apresentar melhor desempenho.

Família e escola têm deveres diferentes e complementares na vida de crianças e jovens. A família costuma ser o lugar do cuidado e de aprendizagens não curriculares, dentro de um ambiente privado. Pais podem ficar mais tempo com os filhos, auxiliar nos deveres, cobrar a tabuada, ouvir sobre o tema da prova e participar de forma efetiva das atividades culturais, por exemplo.

Já a escola é o local onde ocorre a aprendizagem formal e curricular, sendo o principal espaço público em que o estudante interage com outras pessoas, socializa e aprende. Ao ter essas suas bases de aprendizagem sólidas, se fortalece o tripé escola, família e aluno.

De acordo com a pedagoga Anelise Baumgartner de Oliveira, presidente do conselho municipal de educação do Município de Gaspar, encarregada pela educação infantil, a responsabilidade de educar é de todos, da família, município e sociedade como um todo.

— As crianças que estão hoje conosco serão os profissionais do futuro. Se nós começarmos a trabalhar desde a primeira infância, desenvolvendo as habilidades socioemocionais, aprimorando os conhecimentos na área tecnológica, teremos profissionais muito mais qualificados. A responsabilidade é de toda a sociedade — acredita a pedagoga.

Segundo Oliveira, os principais desafios da educação hoje são o engajamento da sociedade, para que se entenda que a educação não é só responsabilidade do município e do estado, mas também da parceria das famílias, para que elas se envolvam mais, da formação continuada dos professores e, nesse momento, dos investimentos de recursos.

Diagnóstico preciso para chegar às metas

A pandemia criou grandes dificuldades no processo de ensino e aprendizagem, com a suspensão de aulas presenciais e o ensino remoto. Agora, com modelo híbrido, é preciso dar oportunidades para que as crianças e adolescentes possam adquirir conhecimento e acessar o mercado de trabalho no futuro.

Pensando nisso, o município de Gaspar lançou recentemente o programa Conexão Educa Gaspar, que busca reunir ações voltadas para diminuir a desigualdade do aprendizado entre alunos de escola pública e privada. A primeira ação é o Conexão 180, que será um teste para realizar um grande diagnóstico da educação. Todos os alunos de quinto e nono ano vão fazer a prova, competindo com outros estudantes, com premiação para o corpo docente e para as turmas que tiverem o melhor desempenho.

— A Prova do IDEB foca na língua portuguesa e matemática. A gente precisa identificar as potencialidades da rede e quais as fragilidades para a gente pensar em novas ações — comenta a pedagoga.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, os anos finais ainda precisam melhorar no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). A última prova foi realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira em 2019 e é prioridade da gestão reverter a tendência de queda nas notas. A prefeitura lançou também um concurso de oratória municipal para que as múltiplas habilidades sejam desenvolvidas pelos alunos.

Tecnologia como aliada

No ano passado, a Secretaria de Educação de Gaspar implementou o Google For Education na rede municipal de ensino. Os mais de oito mil alunos e profissionais da educação tiveram acesso a essa ferramenta para auxiliar no andamento do ensino remoto.

O Google Sala de Aula é um ambiente virtual de aprendizagem onde os professores podem criar turmas, distribuir atividades, enviar feedbacks, entre outras atividades. A plataforma é integrada a outras ferramentas do Google, como o Documentos Google, Google Drive e Google Meet.

> O retorno dos campeonatos esportivos: Com segurança, atletas catarinenses iniciam retomada das atividades

De acordo com a Prefeitura Municipal de Gaspar, aliar inovações tecnológicas ao ensino é um caminho sem volta. A pandemia reforçou a necessidade de conhecer e utilizar ferramentas para a educação, o que pode ser fortalecido nos próximos anos para facilitar o acesso à educação e melhorar a qualidade do aprendizado.

No início deste ano, a prefeitura também disponibilizou mais de 700 chromebooks para as instituições de ensino municipal, que agora podem ser utilizados como um laboratório de informática móvel integrado na rotina escolar.

Educação de qualidade para todos

Em abril de 2021, a Prefeitura de Gaspar lançou uma iniciativa para aprimorar a educação de crianças e adolescentes com Transtorno Espectro Autista. O projeto Integrar realiza o acompanhamento e monitoramento de mais de cem crianças e adolescentes matriculados na rede municipal de ensino e que possuem o transtorno.

O atendimento é realizado por uma equipe multidisciplinar, com psicólogos, psicopedagogos e terapeuta ocupacional. Entre as atividades, estão atendimento individual, atividades externas, interação, apoio psicossocial e reabilitação, conforme o projeto terapêutico individual. Além do apoio aos alunos, o projeto traz o apoio integral às famílias.

Quer saber mais sobre as ações realizadas pela Prefeitura de Gaspar? Confira no site do município.

Acesse o especial da Prefeitura de Gaspar no NSC Total.

Leia também

Com hotéis fazenda e rota das águas, Gaspar se destaca no setor de turismo

Covid-19: Município catarinense é referência em transparência no enfrentamento da pandemia

Colunistas