Dez bilionários americanos que doaram mais de US$ 20 bilhões (cerca de R$ 100 bilhões) foram listados pela revista Forbes como os mais generosos em 2023. As distribuições bilionárias do grupo foram destinadas a diversas causas, desde médica e científica até sustentabilidade ambiental e serviços jurídicos para americanos de baixa renda, além de investimentos políticos.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Durante toda a vida, os “ricaços”, sozinhos ou em casal, distribuíram US$ 175,39 bilhões até 30 de dezembro do ano passado. Apesar do volume de doações, a conta bancária dos empresários não diminuiu, e os doadores somam um patrimônio líquido estimado em US$ 962,1 bilhões.

Vale destacar que todos assinaram o The Giving Pledge, uma organização filantrópica em que se comprometeram a distribuir metade de suas fortunas até o fim da vida.

Veja quem está na lista

De acordo com a Forbes, com 93 anos, Warren Buffett, CEO da companhia Berkshire Hathaway, lidera a lista pelo quarto ano consecutivo, com US$ 56,7 bilhões doados ao longo da vida. Já MacKenzie Scott, ex-mulher de Jeff Bezos, continua fazendo doações mais rapidamente do que qualquer outra pessoa na lista. Ela apoia várias organizações sem fins lucrativos nos EUA e em países como o Brasil.

Continua depois da publicidade

Quatro nomes aparecem na lista pela primeira vez. São eles: Barbara Picower; criadora da Fundação JPB em 2011; o cofundador da Home Depot, Bernie Marcus, e sua esposa Billi; o pioneiro da TV a cabo Amos Hostetter Jr. e sua esposa Barbara, e o ex-CEO do Google, Eric Schmid,t e sua esposa Wendy. Juntos, os quatro bilionários recém-chegados doaram cerca de US$ 8 bilhões até agora.

Leia também

O segredo da chinesa BYD que já ultrapassou a Tesla em carros elétricos

Bernard Arnault, bilionário francês, desbanca Elon Musk e se torna a pessoa mais rica do mundo

Criciúma estreia modelo inovador de radares em 50 pontos da cidade

Destaques do NSC Total