Dois homens foram presos por maus-tratos contra cães na Grande Florianópolis, na última sexta-feira (27). Os crimes não estavam relacionados.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Uma das operações ocorreu no bairro Caminho Novo, em Palhoça, após um vizinho encontrar uma cachorra viva dentro de um saco de lixo, em uma lixeira na frente da casa do suspeito.

As autoridades foram até o local e encontraram outros cães em ambiente bastante sujo, sem acesso a água, alimentação e abrigo. Vizinhos informaram que agressões eram recorrentes.

O animal encontrado na lixeira foi levado ao atendimento médico-veterinário e os demais cães foram resgatados e estão sob os cuidados da Diretoria de Bem-Estar Animal de Palhoça. Em breve, eles serão enviados para adoção responsável.

Continua depois da publicidade

Caso em São José

O outro caso ocorreu na localidade Benjamin, em São José, onde cães da raça bull terrier foram achados em ambiente insalubre, sem acesso à água, alimentação e descanso adequados. Um dos animais estava em corrente que sequer lhe permitia descansar, conforme a Polícia Civil.

Conforme as denúncias, o casal de cães era mantido nessas condições visando à reprodução irregular de animais. Após diligências na comunidade, a Polícia Civil identificou o tutor dos cães, que foi autuado em flagrante pelo crime de maus-tratos qualificado. Os animais foram resgatados, estão sob os cuidados da Dibea de São José e serão enviados para adoção responsável.

Leia também

Adolescente de 13 anos desaparece ao entrar no mar em Florianópolis

Inflação que guia preços de aluguéis fecha outubro em alta, mas tem queda em 2023

Destaques do NSC Total