nsc
santa

Pandemia

Dono de lanchonete de Blumenau desafia Estado: "Não vou aceitar o decreto"

Proprietário do Madrugadão disse que não seguirá "decretos do governador"

20/03/2021 - 08h33 - Atualizada em: 22/03/2021 - 15h46

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Jalmei Garcia gravou vídeo em frente à unidade do bairro Itoupava Norte
Jalmei Garcia gravou vídeo em frente à unidade do bairro Itoupava Norte
(Foto: )

O dono do Madrugadão Lanches de Blumenau, Jalmei Garcia, publicou nas redes sociais da empresa e no perfil pessoal dele um vídeo em que afirma que não cumprirá o decreto publicado pelo Estado na noite desta sexta-feira (19). O documento, porém, não proíbe o funcionamento de lanchonetes e similares.

> Lanchonete que causou polêmica foi única notificação da PM em Blumenau no fim de semana

> Receba no seu WhatsApp todas as notícias de Blumenau e região. Clique aqui.

— Estou hoje convidando a todos os colaboradores, amigos empresários e clientes. Eu não vou aceitar o decreto do governador do Estado. Seu governador, se tirar 70% do seu salário durante um ano, eu quero ver você sobreviver. Então amanhã, às 18h, o madrugadão vai estar aberto. Só fecha se eu morrer — desafiou no recado direcionado ao governador Carlos Moisés da Silva.

O decreto institui que estabelecimentos como o de Garcia podem funcionar diariamente das 10h às 22h, mas com 25% da capacidade de ocupação, limitado o ingresso de novos clientes até 21h e permitida a apresentação artística individual. A venda de bebidas alcoólicas, porém, está proibida depois das 18h.

O descumprimento pode configurar crime contra a saúde pública. De acordo com a Polícia Militar de Blumenau, que também atua na fiscalização, a corporação seguirá o cronograma de visitas a todos os estabelecimentos do município neste fim de semana, “conforme as regras estabelecidas em vigor”.

Colunistas