nsc
    santa

    Pandemia

    Lanchonete que causou polêmica foi única notificação da PM em Blumenau no fim de semana

    Ao todo, 96 lugares foram fiscalizados pela Polícia Militar e pela força-tarefa

    22/03/2021 - 15h35

    Compartilhe

    Brenda
    Por Brenda Bittencourt
    PM orientou dono do estabelecimento sobre as penalidades que ele poderia sofrer caso insistisse na desobediência.
    PM orientou dono do estabelecimento sobre as penalidades que ele poderia sofrer caso insistisse na desobediência.
    (Foto: )

    A lanchonete do empresário que desafiou o decreto do Estado e causou polêmica foi o único estabelecimento notificado pela Polícia Militar (PM) no fim de semana em Blumenau. As regras impostas pelo governo seriam para conter o avanço do coronavírus em Santa Catarina. Entre sexta-feira (19) e domingo (21), 96 locais foram fiscalizados pela PM e pela força-tarefa montada pela prefeitura.

    > Receba todas as notícias de Blumenau e região no seu WhatsApp. Clique aqui. 

    De acordo com os números divulgados pelo município, neste fim de semana foram 46 fiscalizações feitas pela força-tarefa e 50 pela Polícia Militar. Entre sexta-feira (19) e domingo (21), 174 ligações foram feitas para o 199, número disponibilizado para denúncias de descumprimento do decreto.

    A ação é coordenada pela Secretaria de Defesa Civil com o apoio de órgãos como a Vigilância Sanitária, Guarda Municipal de Trânsito, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e Polícia Militar.

    Apenas um local foi notificado neste período. Uma lanchonete no bairro Itoupava Norte que funcionava após o horário permitido no sábado (20). Um vídeo que viralizou nas redes sociais mostra o proprietário falando que não fecharia o local. Ele também diz que não aceitaria o decreto.

    No entanto, por volta das 23h a Polícia Militar foi acionada para checar o descumprimento das medidas sanitárias no estabelecimento. Segundo a PM, haviam poucas pessoas no local. O dono foi orientado e não houve tumulto, nem intercorrências durante a orientação. Ele foi notificado e informado sobre as penalidades que poderia sofrer caso insistisse na desobediência.

    De acordo com os número disponibilizados pela Polícia Militar, 50 locais foram averiguados em Blumenau. Nas cidades vizinhas também houve fiscalizações de descumprimento do decreto. Em Pomerode, um local foi notificado e outros 19 foram fiscalizados. Em Indaial, foram 52 fiscalizações. Em Gaspar, 14 estabelecimentos foram vistoriados. Em Timbó, foram 22.

    Colunistas