Duas mulheres foram presas na manhã deste sábado (3) por suspeita de participar do assalto a um banco em Timbó Grande, no Norte de Santa Catarina. Três pessoas chegaram a ser feitas de refém e um carro foi incendiado durante a ocorrência na tarde de sexta-feira (2). Equipes das polícias Militar e Civil seguem nas buscas pelos suspeitos na região.

Continua depois da publicidade

Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

De acordo com a PM, após a prisão, ambas foram encaminhadas à Delegacia de Polícia em Caçador. Mais detalhes sobre a participação delas no crime, no entanto, não foram divulgados.

Mãe e 3 crianças russas são achadas em condições insalubres em casa invadida no Sul de SC

Segundo a polícia, o alvo do grupo, formado por seis pessoas, era uma agência do Banco do Brasil na cidade. Armados, eles fizeram três pessoas reféns, mas elas foram liberadas durante a fuga dos assaltantes. Além disso, houve uma troca de tiros entre os suspeitos e a polícia.

Continua depois da publicidade

Em imagens compartilhadas nas redes sociais é possível ver um carro pegando fogo em frente à unidade bancária enquanto tiros são disparados nas proximidades. No entanto, ainda não há informações sobre como começou o incêndio no veículo. Também não foi divulgado o valor roubado da agência bancária.

Veja vídeo do tiroteio durante o assalto ao banco:

Moradores de Timbó Grande, cidade de 8 mil habitantes, relataram que ficaram assustados durante a ação criminosa. A dona de uma loja de roupas contou que tiros de arma de fogo atingiram o estabelecimento dela. Segundo a testemunha, ninguém ficou ferido no local.

— Eu me recolhi e meus funcionários também. Não vi os criminosos, mas tiro teve bastante. Estamos nervosos, foi um susto — contou a mulher.

Em nota, o Banco do Brasil informou que o atendimento na agência foi suspenso após o assalto: “O BB colabora com as investigações das autoridades policiais e atua para normalizar o atendimento no menor prazo possível”.

Continua depois da publicidade

As guarnições da Polícia Militar e da Polícia Civil de cidades vizinhas foram acionadas para prestar apoio na busca pelos criminosos. A Delegacia de Roubos e Antissequestro da DEIC também trabalha na investigação do caso.

Leia também:

Tentativa de assalto a banco termina com um morto e três presos em Florianópolis

Assalto a banco em Criciúma: polícia prende dois suspeitos em SP

Destaques do NSC Total