nsc
nsc

Proteção

É hora da vacina da gripe! Entenda a importância de atualizar o imunizante

Laboratório Santa Luzia oferece a vacina contra as novas cepas do vírus da gripe, incluindo a H3N2

31/05/2022 - 16h16

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
É fundamental manter a carteira de vacinação sempre atualizada.
É fundamental manter a carteira de vacinação sempre atualizada
(Foto: )

No fim de 2021, os casos de coronavírus somados ao surto de síndrome gripal contribuíram para deixar a população ainda mais apreensiva com a saúde. A nova cepa da gripe, identificada como H3N2, colocou infectologistas em alerta por se espalhar tão rapidamente em um período tão atípico. Diante disso, o debate sobre a importância de manter o cartão vacinal atualizado, não só para as doses contra o coronavírus, cresceu.

Atento a isso, o laboratório Santa Luzia – que integra a Dasa, maior rede de saúde integrada do País – acaba de iniciar a campanha "A gripe se atualiza. A nossa vacina da gripe também", que quer mostrar aos catarinenses que o imunizante oferecido pela rede está atualizado e é capaz de proteger a população contra a nova cepa do vírus da gripe, a H3N2.

A influenza, ou gripe, é uma infecção viral respiratória febril aguda, altamente contagiosa e que afeta indivíduos de todas as faixas etárias. No Brasil, ocorre durante todo o ano, mas é mais comum no outono e no inverno, quando as temperaturas baixam e as pessoas tendem a ficar por mais tempo em ambientes fechados, o que favorece a transmissão viral.

> Quais os tipos de dengue e por que elas preocupam

— É de extrema importância que as pessoas estejam atentas para a necessidade da vacinação da gripe, mesmo aquelas que tenham se vacinado no meio do ano passado. A vacina da gripe, daquela ocasião, não continha a proteção para a variante H3N2 e outras variantes que circularam em 2021. Portanto, é fundamental que as pessoas agendem suas vacinas para que possam ser imunizadas de forma adequada contra a influenza, principalmente na época de baixas temperaturas, que favorecem a disseminação das síndromes gripais — explica a infectologista e especialista em vacinas da Dasa, Maria Isabel de Moraes Pinto.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que todas as pessoas a partir dos seis meses de idade, com ou sem comorbidades, se vacinem contra a gripe. A única contraindicação, além dos bebês com menos de 180 dias, é o histórico de alergia grave à vacina da gripe em anos anteriores.

É fundamental manter a carteira de vacinação sempre atualizada. Mesmo quem recebeu a dose contra a gripe no fim de 2021 ou início de 2022 pode atualizar a cobertura vacinal a partir deste mês.

— E é importante lembrar que as imunizações contra a Covid-19 e a gripe podem ser feitas no mesmo dia e com total segurança — destaca Maria Isabel.

O Laboratório Santa Luzia atua há mais de 45 anos na área de medicina diagnóstica e preventiva em Santa Catarina. Com mais de 30 unidades distribuídas pela Grande Florianópolis e serviço de atendimento móvel, a rede oferece não só a vacina atualizada contra a gripe, como também mais de 1,6 mil exames e cerca de 20 outros tipos de vacinas.

Para mais informações sobre os serviços do Laboratório Santa Luzia, acesse o site.

Leia também

SC não recebe cadernetas de vacinação para crianças há dois anos

Dia Mundial Sem Tabaco: conheça 10 problemas na pele causados pelo cigarro

Colunistas