nsc
    nsc

    Juntos por Santa Catarina

    Em meio à pandemia, casal investe em restaurante e gera empregos   

    Após perderem seus empregos, eles viram na crise uma oportunidade para empreender   

    26/08/2020 - 15h38 - Atualizada em: 26/08/2020 - 15h39

    Compartilhe

    Estúdio
    Por Estúdio NSC
    Em meio à pandemia, casal investe em restaurante e gera empregos
    (Foto: )

    Se por um lado as micro e pequenas empresas de todos os segmentos estão fechando as portas por dificuldades financeiras causadas pela pandemia do novo coronavírus, por outro, há quem arrisque em empreender no próprio negócio durante esse período. É o caso de Fabiana Cecília Boufleuer e Cláudio Roberto Salvador, que após perderem seus empregos, inauguraram o Raffaello's Café e Grill, no dia 30 de julho, localizado novo no prédio Alfama, no Parque Tecnológico, em Florianópolis.

    Fabiana, 35 anos, e Cláudio, 36 anos, trabalhavam administrando dois restaurantes em um Shopping da Capital catarinense, ela há 13 anos e ele há nove. Em fevereiro, agregaram a estatística de desempregados no Brasil, e nos meses seguintes, enfrentaram as dificuldades e incertezas de conseguir um emprego durante a pandemia.

    >> Vendas online mantêm resultados positivos de ateliê de peças rústicas

    Fabiana admite que foi uma mudança de 360 graus, momento decisivo em que ela foi motivada a empreender. Foram seis meses entre o desemprego e abrir o próprio negócio. O casal encontrou em meio à pandemia uma oportunidade para gerar sua própria fonte de renda, graças ao baixo custo de investimento. Os dois já juntavam algum dinheiro, mas não imaginavam que o pouco que tinham seria suficiente para abrir um negócio. “Entramos de cabeça no empreendedorismo. Começamos com muita coragem, não nos falta otimismo. Parece irônico, mas foi justamente por causa da pandemia que acabou aparecendo uma oportunidade muito boa de investimento”, conta a empresária.

    Com muita experiência no ramo gastronômico, colocaram a ideia para funcionar. Compraram um antigo ponto comercial, negociaram o aluguel com o proprietário e fizeram a reforma do local. Segundo Fabiana, foi um trabalho feito com a ajuda de amigos. Além de estarem conquistando a sua própria fonte de renda, também geram emprego para mais três funcionários, um chapeiro, um cozinheiro e uma confeiteira.

    Fabiana diz que sabe o risco de empreender em um momento de crise, mas reforça o otimismo do casal com o novo negócio. “É florescer em meio ao caos. Poderia ser mais difícil, mas todos foram solidários, desde a pessoa que vendeu o restaurante até a renegociação de valores do aluguel. Uma facilidade que não haveria numa época normal”, afirma.

    O gerente regional do Sebrae/SC na Grande Florianópolis, Wanderley Andrade, reforça que o exemplo do casal Fabiana e Cláudio deve ser seguido por outros empreendedores catarinenses. “A situação é delicada para todos, mas é possível ver oportunidades em meio à crise. Por isso, o Sebrae/SC está à disposição dos atuais e futuros empresários. Promovemos uma série de cursos, eventos, consultorias e projetos para auxiliar os empreendedores a se adaptarem ao atual cenário”,

    Leia também: “Sem os Agentes Locais de Inovação eu teria fechado minha empresa na pandemia” conta empresária

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Economia

    Colunistas