Um empresário foi preso em Itajaí nesta quarta-feira (15) durante uma fiscalização conjunta da Polícia Civil e do Detran-SC. O homem é dono de uma loja de autopeças onde os agentes encontraram parte de um carro furtado e itens com a numeração raspada. De acordo com o delegado Diego Gonçalves Azevedo, o empresário foi enquadrado nos crimes de receptação qualificada e adulteração de sinal identificador de veículo, cujas penas variam de três a oito anos de prisão.

Continua depois da publicidade

Inscreva-se e receba notícias pelo WhatsApp do Vale do Itajaí

O homem foi levado para a Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), em São José, na Grande Florianópolis. Acompanhado de advogado, ele preferiu ficar em silêncio no interrogatório. A audiência de custódia deve ocorrer nesta quinta-feira (16) em Itajaí. O estabelecimento tinha autorização do Detran-SC para o desmonte de veículo, por isso, além do processo criminal, o empresário também vai responder a procedimento administrativo do Departamento de Trânsito do Estado.

Conforme a Polícia Civil, na loja de autopeças localizada no bairro Salseiros foi encontrado parte de uma Duster furtada em Curitiba, no Paraná, em fevereiro deste ano. As outras três peças, por estarem com a numeração raspada, não foi possível identificar a origem. Segundo o delegado, suprimir essa informação das peças é comum quando o material é fruto de prática criminosa, pois dificulta saber a qual crime o automóvel está relacionado.

A Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos tem mais de 80 denúncias sobre empresas de autopeças para fiscalizar. Os casos podem ser repassados à polícia pelo telefone 181 ou no WhatsApp 48 9 88440011.

Continua depois da publicidade

Leia mais

Imóvel em Navegantes é alvo de mandado de busca em operação contra o neonazismo

Operação da polícia de Blumenau prende grupo que movimentou R$ 112 milhões com tráfico

Destaques do NSC Total