nsc
dc

Educação

Enem 2021 será dias 21 e 28 de novembro, anuncia ministro da Educação

Período de inscrição do Enem 2021 será entre os dias 30 de junho e 14 de julho

31/05/2021 - 21h10 - Atualizada em: 31/05/2021 - 21h16

Compartilhe

Folhapress
Por Folhapress
estudantes, Enem
Enem 2021: datas foram anunciadas pelo ministro da Educação nesta segunda-feira (31) pelas redes sociais
(Foto: )

O ministro da Educação, pastor Milton Ribeiro, anunciou as datas do Enem 2021: dias 21 e 28 de novembro. O período de inscrição será entre os dias 30 de junho e 14 de julho. A equipe de Milton Ribeiro planejava adiar esta edição do exame para janeiro de 2022 por causa da pandemia e por questões orçamentárias. Mas Milton Ribeiro voltou atrás após repercussão negativa. 

As datas foram anunciadas por Ribeiro nesta segunda-feira (31) pelas redes sociais. "Conforme eu já havia anunciado dias atrás, o Enem 2021 acontecerá e será aplicado neste ano", escreveu ele no Twitter. O edital com a oficialização das datas ainda não foi publicado. Segundo o ministro, isso deve ocorrer ainda nesta semana. 

> Filha de produtores de banana de SC é aprovada em Medicina na UFSM: "A educação pública venceu"

O jornal Folha de S.Paulo publicou na última semana que o governo Jair Bolsonaro ainda não assinou o contrato com a gráfica para a impressão das provas do exame. As indefinições sobre as datas de realização das provas e trocas nas chefias do órgão têm atrasado os procedimentos preparatórios do exame.

A avaliação de técnicos da pasta é de que, a cada dia que passa, aumentam os riscos para a segurança e o sucesso do exame. Em 2019, por exemplo, quando o Enem também ocorreu em novembro, o contrato com a gráfica foi fechado em 21 de maio. Isso já representou atrasos; naquele ano, no entanto, a assinatura demorou porque a empresa que imprimia as provas havia falido, forçando o governo a alterar o fornecedor. 

> Catarinense que gabaritou prova de matemática no Enem quer cursar medicina: "meu sonho"

Na edição de 2019, esse documento que define todo o cronograma e as diretrizes da prova foram publicados em março e, no passado, em abril. Nos dois últimos anos as inscrições já haviam sido encerradas nesse período do ano. 

A postergação desse processo compromete várias etapas de organização. Somente após o fim das inscrições é que o Inep pode levar adiante algumas fases da organização com base na previsão de quem deve fazer a prova. 

> Adolescente é apreendida em Florianópolis ao se passar por médica no Hospital Celso Ramos

As aplicações no papel e digital ocorrerão nas mesmas datas, diferentemente da última edição, quando a prova no computador foi aplicada após o exame tradicional. Ainda não há informações sobre quantas vagas serão destinadas para a aplicação digital.

*Por Paulo Saldaña.

Colunistas