A Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de SC (Epagri) abriu um concurso público nesta terça-feira (22) com 100 oportunidades disponíveis e para formar cadastro de reserva. As vagas oferecem salários de até R$ 14 mil e pelo menos R$ 3,7 mil. As inscrições estão abertas no site oficial do órgão até 21 de dezembro.

Continua depois da publicidade

Saiba como receber notícias do DC no WhatsApp

As funções disponíveis são nas áreas administrativa, técnica, operacional, tecnologia da informação e comunicação, pesquisa, extensão rural, extensão social e apoio à pesquisa e extensão rural. A atuação dos novos concursados irá abranger diferentes regiões, em alguns casos pode ser para municípios específicos ou para demandas estaduais.

As vagas são destinadas a profissionais com diferentes níveis de escolaridade. Há oportunidade para quem possui ensino médio, ensino técnico, nível superior, especialização, mestrado e doutorado.

Eletrobras quer elevar salário em 130% para executivos e do presidente para R$ 300 mil

Continua depois da publicidade

A carga horária é de 40 horas semanais, de acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), e os salários iniciais variam de exatos R$ 3.711,56 a R$ 14.456,71. Os concursados ainda têm direito a vale-alimentação, vale-transporte (opcional), auxílio-creche/babá (opcional), plano de saúde (opcional), plano de assistência odontológica (opcional) e plano de previdência privada (opcional).

Para se inscrever no concurso, os candidatos devem acessar o site da Epagri e realizar o cadastro até as 16h de 21 de dezembro.

Veja as vagas disponíveis na Epagri:

  • Assistente administrativo: Cargo administrativo, nível médio – 1 vaga;
  • Assistente de Pesquisa: Técnico de nível médio, nível técnico – 6 vagas;
  • Extensionista rural: Técnico de nível médio, nível técnico – 10 vagas;
  • Técnico de laboratório: Técnico de nível médio, nível técnico – 5 vagas;
  • Analista administrativo e financeiro: Agente operacional, nível técnico – 6 vagas;
  • Bibliotecário: Agente operacional, nível superior – 1 vaga;
  • Analista de sistemas: Agente de tecnologia da informação, nível superior – 1 vaga;
  • Analista de rede: Agente de tecnologia da informação, nível superior – 1 vaga;
  • Analista de suporte: Agente de tecnologia da informação, nível superior – 1 vaga;
  • Extensionista social: Agente de extensão social, nível superior – 10 vagas;
  • Extensionista rural: Agente de extensão rural, nível superior – 25 vagas;
  • Pesquisador/Analista de socioeconomia e desenvolvimento rural: Agente de pesquisa, nível doutorado – 26 vagas;
  • Estatístico: Agente de apoio à pesquisa e extensão, nível superior – 1 vaga;
  • Assistente de pesquisa: Agente de apoio à pesquisa e extensão, nível superior – 5 vagas;
  • Químico: Agente de apoio à pesquisa e extensão, nível superior – 1 vaga;

Conteúdo das provas

A prova escrita será aplicada no dia 29 de janeiro de 2023 para todos os candidatos em sete cidades. São elas: Florianópolis, Lages, Chapecó, Canoinhas, Criciúma, Itajaí e Joinville. O exame terá duração de quatro horas para todos os cargos.

Continua depois da publicidade

Dólar passa dos R$ 5,40 após Bolsonaro contestar resultado das urnas

Para as funções de Pesquisador e Analista de Socioeconomia e Desenvolvimento Rural, a prova será realizada no período da manhã e terá 50 questões objetivas. Os conteúdos previstos serão de língua portuguesa, língua inglesa, estatística e conhecimentos específicos do cargo, além de uma questão discursiva de conhecimentos específicos.

Para outras funções, a prova será aplicada à tarde e terá 50 questões objetivas. Também terá questões de língua portuguesa, além de raciocínio lógico e matemático, informática e conhecimentos específicos do cargo. Ainda haverá a aplicação de uma redação de tema geral.

Resultados e chamadas

O resultado final do concurso público será divulgado no dia 23 de março de 2023. O concurso tem validade de dois anos e pode ser prorrogado uma vez pelo mesmo período.

Paniculite: entenda o distúrbio que afetou Erasmo Carlos

— A chamada de novos empregados concursados será realizada sempre com análise prévia do Grupo Gestor de Governo (GGG) e terá como prioridade suprir as demandas mais urgentes já existentes e, na sequência, o atendimento de vagas proposto para a Epagri — esclarece Célio Haverroth, diretor de Desenvolvimento Institucional da Empresa.

Continua depois da publicidade

Leia também

Quais investimentos em energia elétrica estão em andamento em Joinville

SC tem eleição mais cara e com gasto público 68% maior

Quadrilha é presa com drogas, carregadores de armas e documentos falsos em Joinville

Destaques do NSC Total