Apesar de ser desagrával, seja pelas dores ou pelo mau cheiro, os gases são substâncias normais em nosso organismo. Entretanto, por várias razões, eles podem causar receio nas pessoas – tanto que muitos acreditam que eles possam, até mesmo, ser sintomas de câncer. Então, para sanar essa questão, vamos te explicar quais podem ser as principais causas do excesso de gases e como os eliminar. Confira!

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do Hora no Google Notícias

Clique e participe do canal do Hora no WhatsApp

Excesso de gases pode ser câncer? 

A resposta curta é não. De acordo com a Secretaria de Saúde do Distrito Federal, o normal é um ser humano adulto expelir gases 20 vezes por dia. Portanto, ter muitos gases faz parte da ordem natural do sistema digestivo. Sendo assim, isso não é um sintoma de câncer no intestino ou no cólon — em praticamente todos os casos.

Continua depois da publicidade

Entretanto, a Biblioteca Virtual em Saúde, do Ministério da Saúde, ressalta em um de seus artigos sobre câncer de intestino que o excesso de gases pode, sim, ser um dos sintomas da doença. Porém, a grande diferença é que os quadros desse tipo de tumor envolvem outros sintomas, como por exemplo sangue nas fezes, diarreia ou prisão de ventre, perda de peso sem razão aparente e outros.

Quais podem ser as razões do excesso de gases? 

Mas, se o câncer usualmente não é causa desse excesso de gases, o que pode ser, afinal? Segundo a Secretaria de Saúde do Distrito Federal, as razões são diversas. Alguns exemplos são:

  • Ingestão de ar pela boca;
  • Proteínas e carboidratos não digeridos ou mal digeridos;
  • Má alimentação;
  • Excesso de fibras, carnes e proteínas.

Continua depois da publicidade

Além disso, existem razões biológicas para isso, principalmente na dificuldade de digestão de enzimas do intestino. Neste caso, as bactérias que são as responsáveis por esse trabalho produzem mais gases que o normal durante o processo.

Como diminuir o excesso de gases?

Agora que já sabemos o que causa o excesso de gases, trouxemos cinco dicas para você os diminuir. Segundo o Guia de Nutrição do Instituto Nacional do Câncer, as dicas são as seguintes:

Continua depois da publicidade

  • Mastigue lentamente os alimentos, de boca fechada, e evite falar durante as refeições;
  • Evite refrigerantes e bebidas gasosas;
  • Caso goste de utilizar alho e cebola em seu tempero, faça com moderação e de preferência consuma-os refogados;
  • Evite alimentos que aumentam gases como ovos, feijão, mostarda, soja, couve, entre outros;
  • Faça exercícios físicos e hidrate-se bem.

Leia mais

Saiba como fazer uma laqueadura pelo SUS e quais os pré-requisitos exigidos por lei

Julho Verde reforça importância da prevenção do câncer de cabeça e pescoço

Destaques do NSC Total