nsc
santa

Catarinenses no mar

Família Schurmann vai dar a volta ao mundo de barco para alertar sobre poluição

Expedição terá duração de dois anos e sairá de Balneário Camboriú neste domingo (29), rumo à Nova Zelândia

27/08/2021 - 14h49

Compartilhe

Por João Victor Góes
Veleiro Kat será responsável por levar a tripulação durante a jornada
Veleiro Kat será responsável por levar a tripulação durante a jornada
(Foto: )

Conhecida pelas expedições oceânicas ao redor do mundo, a família Schurmann, de Santa Catarina, parte neste domingo (29) para mais uma jornada. Batizada de “Voz dos Oceanos", a navegação partirá de Balneário Camboriú rumo à Nova Zelândia. A iniciativa conta com o apoio do Programa da ONU para o Meio Ambiente (PNUMA).

> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp

Serão cerca de dois anos em alto mar a bordo do veleiro Kat. A rota inclui toda a costa brasileira, até Fernando de Noronha, e passa por diversos países como Caribe, Bahamas, Estados Unidos, Costa Rica, Fiji até a Nova Zelândia.

Durante a volta ao mundo, a tripulação vai procurar estudar a saúde dos oceanos e buscar soluções para o plástico que vai parar nas águas. Cientistas, pesquisadores e ONGs também serão convidados para participar da viagem em determinadas regiões.

A poluição plástica será documentada e com os dados coletados a tripulação espera mobilizar autoridades, conscientizar empresas e alertar a sociedade sobre a importância de preservar os oceanos.

— Heloisa e eu queremos deixar um legado em termos dos oceanos estarem mais limpos. Nós temos mais de oito a dez milhões de toneladas de plástico indo todos os anos para os oceanos. As pessoas às vezes não têm nem ideia, mas quase 80% desse material vem da terra, pelos rios — explicou o pai da família e capitão Vilfredo Schurmann, durante entrevista à NSC TV.

Além de Vilfredo, a esposa Heloisa e o filho Wilhelm, os Schurmann contarão com a companhia de outros cinco tripulantes durante a expedição: a chef de cozinha Erika Ternex; o diretor de fotografia,Alan Schvarsberg; a assistente de câmera Carmina Reñones e o criador de conteúdo digital Jeferson França.

Vilfredo e a esposa Heloisa Schurmann já deram a volta ao mundo velejando quatro vezes
Vilfredo e a esposa Heloisa Schurmann já deram a volta ao mundo velejando quatro vezes
(Foto: )

Família Schurmann

Os catarinenses da família Schurmann foram os primeiros brasileiros a darem a volta ao mundo em um veleiro, em 1984. Juntos, eles colecionam 37 anos de histórias em alto mar, cruzaram os três oceanos e visitaram os sete continentes.

Veleiro Kat

O Veleiro Kat, que será usado durante a expedição, foi construído em 2013 e batizado em homenagem a Kat Schurmann, adotada pelo casal na Nova Zelândia que morreu em 2006, devido a complicações da AIDS.

A embarcação foi construída no Brasil pela própria família Schurmann. O barco tem 80 pés, equivalente a 23,96 metros de comprimento e 6,37 de largura. São seis cabines, duas salas, uma cozinha e três banheiros. Os grandes diferenciais, no entanto, estão nas inovações tecnológicas e soluções sustentáveis.

— Esse barco é autossustentável. Tem energia limpa dos painéis solares, tem os aeróbicos, os geradores, temos uma horta e nós também fazemos a compostagem do lixo. Então a nossa “casa”, além de ser confortável, também é autossustentável — explicou a mãe Heloisa.

Leia também

> Atleta de handebol de Blumenau sofre grave lesão e mobiliza busca por dinheiro para cirurgia

> Blumenau chega a 366 mil habitantes em 2021, estima IBGE

> Indústria de Blumenau cria quase 500 novos empregos em julho; setor têxtil é destaque

Colunistas