nsc
an

Filas no feriado

Feriado em Curitiba pode intensificar trânsito em rodovias do Norte catarinense, prevê PRF

Ações da PRF serão reforçadas com intuito de evitar acidentes; no ano passado, 11 pessoas morreram no feriado da Independência em SC

03/09/2021 - 14h09 - Atualizada em: 03/09/2021 - 14h55

Compartilhe

Por Sabrina Quariniri
Previsão da PRF é de filas nas rodovias do Norte catarinense a partir desta sexta-feira
Previsão da PRF é de filas nas rodovias do Norte catarinense a partir desta sexta-feira
(Foto: )

Com feriado do dia 7 de setembro se aproximando, a movimentação nas rodovias catarinenses deve ser intensificada a partir desta sexta-feira (3) e seguir fim de semana adentro, prevê a Polícia Rodoviária Federal (PRF). O movimento só diminiu a partir de terça-feira, quando os turistas retornam para casa. 

> Receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Em Curitiba, no entanto, a folga se estende até dia 8 em comemoração à Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, padroeira da cidade paranaense. Em entrevista à CBN Joinville, o chefe do núcleo de comunicação social da PRF de Santa Catarina, Adriano Fiamoncini, disse que o fator pode intensificar as filas no trânsito em direção ao Norte do estado.

- Milhares de paranaenses têm casas de praia em São Francisco do Sul, Barra Velha, Piçarras, Itajaí e Navegantes. Os paranaenses vão invadir as rodovias do Norte do estado, a BR-101, a BR-280, em direção a São Francisco. Isso vai ser um fator complicador para a PRF - destacou.

Aumento de efetivo

Para prevenir acidentes de trânsito, Fiamoncini afirma que a corporação vai aumentar em 50% a presença policial nas estradas. Ele aponta que, no ano passado, em apenas cinco dias de operação, 11 pessoas perderam a vida durante o feriado de Independência. O PRF definiu o episódio como “carnificina”.

Entre as principais imprudências praticadas pelos motoristas o chefe de comunicação citou embriaguez ao volante, falta de cinto de segurança, condutores sem habilitação, uso de celular ao volante e manobras de ultrapassagem em locais proibidos.

- No ano passado, das 11 mortes, oito foram resultantes de colisão frontal, de uma manobra de ultrapassagem mal sucedida, na hora errada ou em local proibido. Esta é a principal manobra que causa mortes e que nas pistas simples a PRF vai tentar coibir, com maior presença policial - disse.

Manifestações no dia 7

Com a possibilidade de manifestações em rodovias federais no dia 7 de Setembro, Adriano Fiamoncini afirmou que a PRF está acompanhando as movimentações nas redes sociais e, caso haja alguma ação que interrompa o fluxo das estradas, o procedimento será de negociação com as lideranças, de forma pacífica, “para que a rodovia seja liberada o mais brevemente possível”, garantiu.

Leia também

Antiga prefeitura de Joinville deve ficar pronta até dezembro; veja como espaço será usado

Joinville tem projeto para “parques flutuantes”, com seis locais mapeados

Rotativo de Joinville terá mudanças, mas vai continuar com gestão pela prefeitura

Colunistas