nsc
hora_de_sc

Entretenimento

Filme da Batgirl é cancelado após gasto de US$ 90 milhões

Filme do personagem Scooby também não será lançado

03/08/2022 - 13h54

Compartilhe

Folhapress
Por Folhapress
Batgirl
"Batgirl" não terá mais filme
(Foto: )

O anúncio de que a Warner decidiu cancelar o lançamento de "Batgirl", filme que mostraria as origens da super-heroína vivida por Barbara Gordon no universo de "Batman", não só pegou a todos de surpresa, como também acendeu um alerta para outras produções em curso no estúdio.

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

Com investimento de US$ 90 milhões (cerca de R$ 475 milhões), o estúdio decidiu engavetar a produção, impedindo seu lançamento tanto no cinema quanto na plataforma de streaming HBO Max.

> Confira agenda cultural de agosto

O filme é protagonizado por Leslie Grace, que conseguiu destaque em Hollywood após compor o elenco de "Em um Bairro em Nova York", e por estrelas como J.K Simons e o eterno Batman Michael Keaton. A direção é assinada por Adil El Arbi e Bilall Fallah, responsáveis por "Ms Marvel" com roteiro de Christina Hodson, autora de "Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa".

De acordo com o site The Wrap, o cancelamento se deu pelo fato de o filme "Batgirl" ter ultrapassado o próprio orçamento, devido a atrasos e gastos não previstos causados pela pandemia de Covid-19. A Warner se pronunciou e considerou a decisão uma "mudança de estratégia."

— A decisão de não lançar Batgirl reflete a mudança de estratégia de nossa liderança em relação ao universo DC e à HBO Max — diz o comunicado, repercutido pelo Deadline.

— Leslie Grace é uma atriz incrivelmente talentosa, e essa decisão não se relaciona à sua performance. Somos incrivelmente gratos aos cineastas por trás de Batgirl! Holiday Haunt, assim como aos elencos, e esperamos colaborar com eles novamente em um futuro próximo — diz o comunicado.

A referência a "Scoob!" é pelo fato de o estúdio ter decidido também cancelar o lançamento da animação, uma continuação de "Scooby! O Filme", de 2020. O filme teve gastos estimados em US$ 40 milhões e era previsto para ser lançado na plataforma de streaming.

Desde que assumiu como CEO dos estúdios Warner, David Zaslav já declarou não ver sentido em investimentos milionários para filmes serem lançados no catálogo do serviço de streaming, como seria o filme sobre Scooby Doo e, possivelmente, "Batgirl". Previsto para 2023, o filme "Besouro Azul", com Bruna Marquezine no elenco, também já não tem mais garantia de lançamento.

Leia também:

Eleições 2022: guia mostra tudo o que você precisa saber

Tartaruga-gigante de 2 metros encalha viva em praia de SC

Entenda a diferença entre nudismo e naturismo praticado nas praias de SC

Colunistas