nsc
dc

Alexandre Souza

Fintechzação chega à rede hoteleira e outros setores

Iniciativas do Banco Central, como o Open Finance, ampliam as possibilidades para que Fintechs surjam a partir das necessidades tecnológicas de cada área

30/10/2020 - 17h00

Compartilhe

Por Tech SC
Computador
Fintech é a união dos termos financial e technology
(Foto: )

Alexandre Souza
Alexandre Souza
(Foto: )

Um modo eficiente para melhorar a experiência do cliente e, ao mesmo tempo, aumentar o ticket médio da empresa, é personalizar e incorporar novas funcionalidades aos produtos. A prática tem se mostrado frequente entre as startups e o resultado é o aumento de empresas que começaram oferecendo serviços específicos a determinadas áreas, agregando serviços de finanças ao longo do tempo, um processo conhecido como fintechzação.

> Quer receber notícias por WhatsApp? Inscreva-se aqui

Adicionar meios de pagamento ao produto foi a solução encontrada pela Hospedin, empresa catarinense que fornece softwares de gestão hoteleira, quando percebeu a importância de oferecer um serviço integrado ao cliente. A empresa disponibilizou o PagHotel, um método feito para agilizar transações financeiras entre a rede hoteleira e seus hóspedes, e conseguiu gerar renda com a mensalidade do software para gestão e com as taxas das transações feitas nos serviços financeiros prestados.

A 9° edição do Radar Fintechlab mapeou um crescimento de 28% no número de fintechs e iniciativas de eficiência financeira ativas no Brasil, que passou de 604 em junho de 2019 para 771 em agosto de 2020. O crescimento é incentivado por marcos regulatórios adotados pelo Banco Central do país, como o Open Finance, que promete regularizar e facilitar a circulação de dados financeiros entre instituições bancárias e os serviços autorizadas pelos usuários. O projeto está com o lançamento previsto para novembro deste ano.

> Como administrar o emocional nas organizações

Em comparação com grandes empresas que fornecem os mesmos serviços financeiros, as startups têm entre as vantagens manter um contato mais próximo com o cliente, o que facilita o fornecimento do produto e o entendimento das dores que incentivaram a busca de solução no software contratado.

Na fintechzação, as soluções oferecidas são integradas a serviços financeiros e fornecidos em um software único, que centraliza e soluciona as necessidades do cliente em uma plataforma mais completa. Este processo tende a fidelizar os usuários, que encontram em um só produto os meios que vão facilitar vários trabalhos que fazem parte da rotina do negócio.

Leia também:

Empresas de SC estão entre as 150 melhores para trabalhar no Brasil

Empresa de software de SC é vendida para grupo italiano por R$ 100 milhões

A tendência horizontal dos prédios de escritório

Colunistas