Florianópolis fechou o ano de 2022 com a cesta básica a um custo médio de R$ 769,19. Trata-se do segundo valor mais alto entre as capitais brasileiras, atrás apenas de São Paulo, a R$ 791,29. Os dados são do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), que divulgou a Pesquisa Nacional da Cesta Básica referente ao último mês de dezembro nesta segunda-feira (9).

Continua depois da publicidade

Saiba como receber notícias de Florianópolis no WhatsApp

De novembro ao mês passado, a cesta básica na capital Catarinense chegou a cair -0,90%. No entanto, no acumulado de todo o ano de 2022, houve um aumento de 11,55%, acompanhando tendência de alta repetida por outras 16 capitais. A cesta básica em Florianópolis já havia fechado o ano de 2021 como a segunda mais cara do país, também atrás apenas de São Paulo naquela ocasião.

O Dieese entende que o custo da cesta básica em Florianópolis ao final de 2022 comprometia 68,61% de um salário mínimo, hoje em R$ 1.212,00 e muito aquém do necessário, segundo o departamento. O valor estimado para manter uma família de quatro pessoas, o que inclui também moradia, saúde, educação e lazer, entre outras demandas, é de R$ 6.647,63, com base nos gastos de quem vive em São Paulo.

Leia mais

Barulho, vandalismo e insegurança: como foram os 70 dias de acampamento bolsonarista em Florianópolis

Continua depois da publicidade

Desigualdade em Florianópolis atinge pior patamar em 10 anos

Concursos públicos oferecem 32,8 mil vagas com salários de até R$ 33,7 mil

Destaques do NSC Total