Segundo dados do índice FipeZap, da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), Florianópolis fechou janeiro com o terceiro aluguel médio mais caro do Brasil, ao custo de R$ 50,34 o metro quadrado, ficando atrás de Barueri (SP), com R$ 59,65, e São Paulo (SP), com R$ 52,10. As informações são do g1 SC. 

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

Conforme o índice, o aumento no preço do aluguel em janeiro foi de 1,09% em comparação com dezembro. Nos últimos 12 meses, o reajuste acumulado foi de 26,54% na Capital. 

A pesquisa do FipeZAP, que acompanha o preço médio de locação de apartamentos prontos, com base em anúncios veiculados na internet, contabilizou 2.794 imóveis em Florianópolis. No total, o levantamento pesquisa 25 cidades brasileiras.

Os bairros da região central lideram entre os que têm o maior valor de aluguel. Das dez regiões com os preços mais caros, todas tiveram alta nos últimos 12 meses, chamando a atenção o Centro (+36,3%), Estreito (+30,3%), Capoeiras (28%) e Coqueiros (26,6%). 

Continua depois da publicidade

Veja os bairros com maior valor médio de aluguel em Florianópolis 

Aumento em outras regiões de SC

O índice também analisou a variação de aluguel em Joinville, no Norte do Estado, e em São José, na Grande Florianópolis. De acordo com o FipeZap, o preço médio do aluguel  em Joinville ficou em R$ 28,78/metro quadrado (20º maior entre as 25 cidades), com uma alta de 2,34% em janeiro.

Em São José, preço médio do aluguel ficou em R$ 38,41/metro quadrado (8º maior entre as 25 cidades), com uma alta de 1,45% em janeiro.

Publicidade

Além de muita informação relevante, o NSC Total e os outros veículos líderes de audiência da NSC são uma excelente ferramenta de comunicação para as marcas que querem crescer e conquistar mais clientes. Acompanhe as novidades e saiba como alavancar as suas vendas em Negócios SC.

Continua depois da publicidade

Leia mais

Cidades do Norte de SC serão as primeiras do Estado a receber vacinas da dengue; veja lista

DNIT volta a adiar licitação para projeto de nova duplicação da BR-470

Exportações de SC somam US$ 851,6 milhões em janeiro; veja produtos mais exportados

Destaques do NSC Total