nsc
    santa

    Lazer em tempos de pandemia

    Food Park de Blumenau lota e cena chama a atenção nas redes sociais

    PM foi acionada e fez vistoria no local na noite deste domingo

    27/04/2020 - 17h28 - Atualizada em: 28/04/2020 - 12h21

    Compartilhe

    Bianca
    Por Bianca Bertoli
    Foto foi tirada Foto foi tirada no começo da noite deste domingona noite deste domingo
    Foto foi tirada no começo da noite deste domingo
    (Foto: )

    Entre a noite deste domingo e esta segunda-feira (27), a imagem de um Food Park lotado de clientes na área central de Blumenau circulou pelas redes sociais e gerou diversos comentários. Apesar da atividade ter sido liberada pelo governo do Estado na última quarta-feira (22), internautas não pouparam críticas ao comportamento das pessoas - o isolamento social continua sendo indicado pelas autoridades de saúde como única forma de prevenção ao novo coronavírus.

    Mesmo assim, moradores foram até o Tamandaré Food Park, no bairro Velha, e encheram as mesas do local. Na foto que circula pela internet é possível ver a maioria das pessoas sem máscaras sob as tendas a céu aberto. A cena incomodou tanto que a Polícia Militar foi chamada por volta das 20h50min deste domingo (26). Conforme a instituição, os policiais tiveram de postergar a vistoria, pois havia ocorrências mais relevantes para atender. Quando chegaram ao Food Park, não encontraram o movimento que havia sido presenciado mais cedo.

    Com ele mais vazio, os agentes não constataram nenhuma irregularidade (restaurantes e bares devem seguir normas como controle de público, distanciamento de mesas e obrigatoriedade no uso de máscaras enquanto não houver consumo de comida ou bebida). Em nota divulgada nas redes sociais, o estabelecimento pediu desculpas a quem se sentiu incomodado e disse que tem tomado todas as medidas de segurança desde o dia 22.

    "Reduzimos significativamente o número de mesas, estabelecemos distância segura entre elas, exigimos a utilização da máscara para clientes durante a circulação no local e para colaboradores o tempo todo, espalhamos diversos avisos pelo nosso espaço, de hora em hora reforçamos pelo som sobre os cuidados, disponibilizamos álcool gel, deixamos nossos atendentes de prontidão para higienizar periodicamente todas as superfícies, e por fim, estamos implementando para o futuro um aplicativo que vai acabar com a fila, com o manuseio de dinheiro e de cartões, e o contato desnecessário entre clientes e atendentes", informa a carta aberta.

    Na semana passada, o vídeo da reabertura de um shopping da cidade viralizou em todo o país. Nas imagens é possível ver um movimento intenso na porta principal do estabelecimento, com os clientes entrando sob aplausos dos funcionários, ao som de um saxofonista.

    Confira a nota do Food Park na íntegra:

    ''Primeiramente, pedimos desculpas. Durante o final de semana, notamos que algumas pessoas sentiram-se incomodadas com a reabertura de alguns estabelecimentos, como bares e restaurantes. O Tamandaré Food Park voltou às atividades na quarta-feira, 22 de abril, após o decreto do Governador de Santa Catarina, que permitiu o funcionamento desses estabelecimentos desde que seguissem regras impostas para a segurança da saúde de todos.

    Apoiados na orientação da Vigilância Sanitária, que consultamos pra garantir que estivéssemos tomando as medidas corretas, estabelecemos o distanciamento de 1,5m em caso de fila, e o uso de máscaras é obrigatório durante a circulação de pessoas, sendo que nas mesas, durante o consumo não. O Tamandaré Food Park seguiu à risca todas essas regras e foi além.

    Reduzimos significativamente o número de mesas, estabelecemos distância segura entre elas, exigimos a utilização da máscara para clientes durante a circulação no local e para colaboradores o tempo todo, espalhamos diversos avisos pelo nosso espaço, de hora em hora reforçamos pelo som sobre os cuidados, disponibilizamos álcool gel, deixamos nossos atendentes de prontidão para higienizar periodicamente todas as superfícies, e por fim, estamos implementando para o futuro um aplicativo que vai acabar com a fila, com o manuseio de dinheiro e de cartões, e o contato desnecessário entre clientes e atendentes!

    Desde o início do isolamento, nosso posicionamento sempre foi de conscientizar sobre a gravidade do momento que estamos passando e acolher da melhor maneira possível. Manifestamos também que muitas pessoas, direta e indiretamente, dependem do trabalho no food park, especialmente por exemplo, nossos food trucks parceiros, que são pequenos empreendedores autônomos e não possuem estrutura fixa para trabalhar com delivery como os demais restaurantes.

    Entendemos que é um momento extremamente atípico e novo para todos, e estamos todos aprendendo diariamente, fazendo nosso melhor para administrar essa situação da melhor forma, buscando encontrar um equilíbrio.''

    Leia também:

    Blumenau tem o mês de abril mais seco desde 1981, aponta Ceops

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas