nsc
hora_de_sc

Vídeo

Gaivota que sofreu maus-tratos em Laguna volta à natureza após reabilitação em Florianópolis

Ave foi solta na Praia do Moçambique ao lado de outros nove pássaros resgatados no Litoral de SC

28/04/2021 - 15h03 - Atualizada em: 28/04/2021 - 15h20

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
Ave precisou de cirurgia e fisioterapia antes de voltar ao habitat natrual
Ave precisou de cirurgia e fisioterapia antes de voltar ao habitat natrual
(Foto: )

Uma gaivota que sofreu maus-tratos em Laguna foi solta em Florianópolis nesta quarta-feira (28), na Praia do Moçambique, Norte da Ilha, após passar por cirurgia e reabilitação. A ave tinha fratura em uma das asas e foi atingida por um tiro de chumbinho, ainda alojado ao corpo, o que a impedia de voar. Além dela, mais nove pássaros voltaram à natureza (assista o vídeo abaixo).

> Saiba como receber as principais notícias de SC pelo WhatsApp

> Enquete BBB 21: quem sai no paredão entre Camilla, Gil e Pocah?

Segundo informações do R3 Animal, a ave foi resgatada em Laguna, no Sul de SC, mas precisou ser transferida no início de março ao Centro de Pesquisa, Reabilitação e Despetrolização de Animais Marinhos (CePRAM/R3 Animal), em Florianópolis, onde passou por cirurgia para a retirada do chumbinho. 

Chumbinho estava alojado no corpo do animal; cirurgia foi necessária para retirada
Chumbinho estava alojado no corpo do animal; cirurgia foi necessária para retirada
(Foto: )

- O procedimento cirúrgico foi bem delicado, pois causou uma fratura na asa e havia o risco de o animal não conseguir ser devolvido à natureza - explica a veterinária Marzia Antonelli, que fez o procedimento ao lado do também veterinário, Sandro Sandri, em 17 de março. 

Após ser estabilizada, a gaivota ainda precisou de fisioterapia e foi submetida a novos exames, até estar apta a voltar ao seu habitat. 

Ao todo, 10 aves foram soltas nesta quarta-feira
Ao todo, 10 aves foram soltas nesta quarta-feira
(Foto: )

Resgates no Litoral de SC

As gaivotas liberadas nesta quarta foram resgatas em diferentes regiões do Estado. Uma foi resgatada em Florianópolis, pela equipe da R3 Animal, duas - entre elas a que sofreu maus-tratos, em Laguna, pela equipe da Udesc, e outras quatro na região de Penha, pela equipe da Univali. 

Além disso, mais duas foram socorridas entre Palhoça e Garopaba, pelo Instituto Australis, e outra na região de São Francisco do Sul, pela equipe da Univille. Todos os resgates, a reabilitação e a soltura foram feitos por meio do PMP-BS.

Ajude a cuidar dos animais

Ao presenciar situações de maus-tratos aos animais, crime previsto na lei federal 9.605/98, denuncie às polícias pelos fones 190 ou 181.  

Ao encontrar um mamífero, ave ou tartaruga marinha debilitado ou morto na praia, ligue 0800 642 3341. 

Leia também

Casal maltratou a própria cachorra de estimação antes de sequestrar menina em Palhoça

Cachorro resgatado em Florianópolis após abandono é batizado como Valdir

Colunistas