nsc

PREFEITO INDICIADO

Gean Loureiro se diz "inocente" após indiciamento na operação Chabu da PF

Delegado atribuiu a Gean a prática de três crimes. Inquérito segue para o Ministério Público e processo será julgado pelo TRF-4

07/12/2019 - 10h44 - Atualizada em: 07/12/2019 - 10h57

Compartilhe

Felipe
Por Felipe Reis
Político já havia sido preso no meio do ano, mas foi solto após depoimento
Político já havia sido preso no meio do ano, mas foi solto após depoimento
(Foto: )

A Polícia Federal (PF) concluiu nesta sexta-feira (6) o inquérito da Operação Chabu, deflagrada em 18 de junho com foco em uma suposta organização criminosa que atuaria para atrapalhar investigações. O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, um dos presos no dia da ação da PF, está entre os indiciados. O delegado Daniel Brasil Carvalho Nascimento atribuiu a eles os crimes de corrupção passiva (três vezes), organização criminosa e pelo ato de embaraçar investigação. Outras 16 pessoas também foram indiciadas, incluindo delegados da PF e da Polícia Civil, secretários da prefeitura da Capital, empresários e outros agentes públicos.

Ouça a reportagem:

Colunistas