nsc
hora_de_sc

Alerta

Golpe do Whatsapp: como denunciar perfis falsos

Entenda como identificar golpes e perfis falsos no Whatsapp e saiba como se proteger

14/01/2021 - 13h53 - Atualizada em: 20/01/2021 - 09h39

Compartilhe

Redação
Por Redação Hora
Pessoa digitando no WhatsApp do celular
Pessoa digitando no WhatsApp do celular
(Foto: )

Atentos a tamanha popularidade, grupos criminosos também exploram o Whatsapp para cometer crimes a partir de um amplo repertório de abordagens, que vão desde o envio de links maliciosos para invadir os celulares das vítimas, passando pelo famoso golpe do falso sequestro e vão até tentativas mais arrojadas, como se passar por representantes de grandes lojas do varejo.

Quem utiliza cotidianamente essa ferramenta deve ficar atento a esse tipo de ação, sabendo como identificar perfis falsos que eventualmente entrem em contato.

> Crimes virtuais: saiba como não cair em golpes nas redes sociais

Qual é o golpe aplicado no WhatsApp?

Como já destacado, os golpes realizados com o auxílio de Whatsapp tomam as formas mais variadas. Para nos restringirmos a casos recentes, podemos citar a última Black Friday, que aconteceu durante o mês de novembro.

Na ocasião, aproveitando o período de grande disseminação de ofertas por parte de lojas do varejo online, tivemos o registro em delegacias de crimes cibernéticos espalhadas por todo o país de milhares de ocorrências com pessoas relatando terem sido vítimas de supostas promoções encaminhadas via aplicativo de mensagens.

Um desses casos envolveu a loja de artigos de casa e construção Leroy Merlin. Bandidos criaram uma suposta promoção relacionada ao nome da empresa, em que os participantes deveriam preencher um formulário enviado pelo Whatsapp para concorrer a uma churrasqueira elétrica.

Com esses dados em mãos, os bandidos têm a possibilidade de cometer uma série de fraudes, como abrir contas bancárias, realizar assinatura de serviços pagos, se passar pelas vítimas para cometer crimes, entre muitas outras.

Também durante a Black Friday, outras grandes lojas, como a americanas.com, tiveram seus sites replicados por hackers e amplamente compartilhados via Whastapp a partir da apresentação de ofertas falsas. Os produtos em destaque eram oferecidos a preços muito abaixo aos observados no mercado, o que durante o período é relativamente comum, levando milhares de pessoas a terem seus cartões clonados nas supostas páginas de pagamento.

Aplicativo Whatsapp
Aplicativo Whatsapp na tela do celular
(Foto: )

Pequenos lojistas também são vítimas de fraudes

Para pequenos lojistas, o Whatsapp funciona como um canal de relacionamento absolutamente estratégico. Exemplo disso são aqueles negócios que não contam com lojas virtuais para operacionalizar pagamentos, levando a realização de vendas diretamente pelo aplicativo de mensagens a partir de transferências bancárias ou link de pagamentos.

Se aproveitando dessa condição, bandidos no Macapá criaram uma série de perfis falsos associados a pessoas de renome da região, como médicos, advogados e empresários em redes sociais como o Facebook e o Instagram.

> Golpe do WhatsApp: como ativar a segurança em duas etapas para ficar seguro

Na página das empresas nessas redes, os bandidos selecionavam produtos de sua preferência, enviando os links pelo chat das páginas ou pelo Whatsapp, sinalizando a intenção de comprar. Feito isso, em algum momento da tratativa comprovantes de pagamento fraudados eram enviados aos comerciantes, enquanto comparsas dos criminosos eram destacados para buscar os produtos nas lojas.

Sem verificar a efetivação da transação, apenas confiando na credibilidade do perfil apresentado nas redes sociais e na autenticidade dos recibos, os lojistas entregavam os produtos sem maiores questionamentos.

O crime está sendo investigado pela 6ª Delegacia de Polícia (6ª DP) do Macapá e acredita-se que o mesmo grupo esteja utilizando os perfis falsos criados para pedir dinheiro a parentes e amigos das vítimas.

4 dicas para identificar perfis falsos no Whats e se proteger

Vejamos, então, algumas dicas para identificar perfis falsos no Whatsapp e se proteger.

1. Tente encontrar o nome atribuído ao perfil em outras redes

Embora não seja um método inteiramente eficaz, é válido verificar o nome atribuído a conta no Whatsapp em outras redes sociais. Caso encontre o perfil associado àquele nome, verifique se ele mantém alguma regularidade de postagens, se apresenta informações pessoais consistentes e se conta com número de amigos condizentes com uma conta habilitada há muito tempo. Esses parâmetros ajudam a identificar se a conta nas redes sociais é fake.

Caso seja, isso significa que quem entrou em contato com você via Whatsapp não apresenta boas intenções. Ao mesmo tempo, em se tratando de um perfil autêntico, é interessante procurar meios de confirmar se aquele número de Whatsapp realmente é do titular da conta identificada como real na rede social. Você pode, por exemplo, enviar mensagem para esse perfil via chat.

> 8 dicas para evitar golpes de WhatsApp

2. Faça uma busca pelo nome da empresa ou pessoa

Na hora de verificar a autenticidade de um perfil no Whatsapp, o Google também pode ser um grande aliado, sobretudo em se tratando de empresas, que normalmente mantém sites em seu nome, onde se pode verificar informações para contato, nome dos sócios, CNPJ e afins.

Na dúvida, nunca deixe de realizar esse tipo de pesquisa e seja minucioso na apuração das informações que encontrar. Qualquer inconsistência deve fazer soar um alerta de possível fraude.

3. Investigue quem está por traz daquele perfil fazendo perguntas

Outra estratégia que pode ser empregada na verificação de perfis falso é simplesmente a realização de perguntas. Na ocasião de um contato de suspeito de algum conhecido, por exemplo, bastaria realizar questionamentos os quais você tem certeza que a pessoa saberá responder.

No caso de respostas inconsistentes, você saberá que, muito provavelmente, trata-se de uma tentativa de golpe.

4. Cruze informações de diferentes meios

Depois de colocar em prática todo o repertório de estratégias de verificação que listamos anteriormente, como analisar perfis de redes sociais, realizar buscas no Google e direcionar perguntas a quem está entrando em contato com o intuito de revelar sua identidade, você terá chegado a um bom panorama de informações.

Ao fazer isso, basta cruzar os dados obtidos em busca de inconsistências, como uma resposta que não confere informações em sites institucionais. Ou, ainda, respostas que não são compatíveis com um fato de seu conhecimento.

O que fazer para não cair no golpe do WhatsApp?

Para além de saber verificar a autenticidade de perfis no Whatsapp, é muito importante tomar algumas precauções. Afinal de contas, nenhum dos métodos de verificação apresentados são infalíveis, sendo necessário manter alguns cuidados adicionais para não ser vítima de golpes e fraudes.

Tenha um sistema de segurança instalado em seu smartphone

Atualmente, temos alguns aplicativos próprios para smartphone que trabalham com a função “bloqueio de hacker”. Com esse recurso instalado, você será informado caso programas maliciosos tentem ser instalados em seu aparelho.

Não abra qualquer link em seu Whatsapp

Muitas pessoas têm por hábito abrir todo e qualquer link enviado via Whatsapp, o que é um grande erro. Ainda que o remetente seja um perfil conhecido, pode se tratar de alguém que está repassando, mesmo sem intenção, um arquivo capaz invadir seu aparelho para roubar seus dados, entre outras possibilidades de fraude.

Nunca forneça dados pessoais e bancários a desconhecidos

Uma preocupação elementar é nunca repassar seus dados pessoais e bancários a desconhecidos. Como já destacado, esse é um dos principais meios utilizados pelas quadrilhas para cometer fraudes.

Esse é um tipo de orientação que deve ser bastante reforçada junto a pessoas da terceira idade, tanto em função de sua pouca familiaridade com esse tipo de tecnologia quanto por se tratar de um grupo prioritário nas ações empreendidas por criminosos.

Onde denunciar golpes e perfis falsos no WhatsApp?

Ao contrário de outras redes sociais, como Facebook e o Instagram, o Whatsapp não conta com a funcionalidade de denunciar um conteúdo em específico, como uma mensagem ou postagem. As conversas no aplicativo são criptografadas e a empresa não tem acesso a elas para fazer esse tipo de aferição.

A opção de relatar alguma atividade suspeita é apresentada quando um número desconhecido entra em contato. Enquanto usuário, você já deve ter visto a mensagem acompanhada de um botão onde se lê “denunciar número” ou “adicionar contato” quando alguém que não faz parte de sua rede envia mensagem pela primeira vez.

Ao detectar alguma conta suspeita, ainda é possível proceder com uma denúncia no campo “dados do contato”, selecionando a opção “denunciar contato”. Feito isso, a empresa poderá averiguar se aquela conta apresenta atividades que não condizem com os termos de uso da ferramenta.

Como denunciar contato no Whatsapp
Veja como denunciar contato no Whatsapp
(Foto: )

Para além disso, as últimas atualizações do Whatsapp vêm limitando o número de vezes que uma mesma mensagem pode ser compartilhada. Prioritariamente, essa é uma tentativa de combater conteúdos classificados como spam, mas de forma indireta coíbe a ação de criminosos.

> Saiba como se proteger do golpe do Whatsapp, crime virtual que tem feito vítimas em SC

Tenha em vista que, no modus operandi de muitos grupos, uma das estratégias colocadas em prática é encaminhar o maior número possível de links maliciosos para potenciais vítimas para, posteriormente, iniciar tratativas com esses contatos com a intenção de cometer fraudes.

Colunistas