nsc
santa

publicidade

Reconhecimento

Governador sanciona lei que torna Blumenau a capital catarinense de transplantes

Carlos Moisés afirmou que o Hospital Santa Isabel é reconhecidamente o local que mais faz transplantes em Santa Catarina

17/09/2019 - 17h31 - Atualizada em: 17/09/2019 - 17h35

Compartilhe

Redação
Por Redação Santa
Hospital Santa Isabel
Hospital Santa Isabel fez o primeiro transplante duplo de coração e rim no Estado
(Foto: )

O governador Carlos Moisés sancionou a lei que reconhece Blumenau como a capital catarinense de transplantes de órgãos. Protocolado pelo deputado Ricardo Alba (PSL), o projeto foi aprovado em plenário na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) no dia 21 de agosto e deve ser publicado na edição do Diário Oficial do Estado desta terça-feira (17).

Moisés afirmou que o Hospital Santa Isabel, de Blumenau, é reconhecidamente o local que mais faz transplantes em Santa Catarina. O governador destacou que o hospital tem atuando em parceria com a estrutura estadual para aperfeiçoar o procedimento, inclusive com as aeronaves que ficam à disposição.

— O Hospital Santa Isabel é uma referência para Santa Catarina e até para o Brasil porque desenvolveu habilidades que outros hospitais ainda não conseguiram. A estrutura tem pronta-resposta e a equipe sabe como proceder, como armazenar e como transportar os órgãos durante o procedimento — ressalta.

De acordo com o Governo do Estado, foram feitos 788 transplantes em Santa Catarina de janeiro a julho deste ano, com destaque para hospitais de Blumenau. Apesar dos bons números, Moisés ressaltou a importância dos catarinenses se declararem doares de órgãos para que mais pessoas possam ser beneficiadas.

— Se não houver doadores, todo esse serviço cai por terra — afirma.

A justificativa do projeto ressalta que o Hospital Santa Isabel é referência em atendimentos de alta complexidade, incluindo transplantes de coração, córnea, rim, fígado e pâncreas. No último fim de semana, o hospital realizou o primeiro transplante duplo de coração e rim em Santa Catarina.

Para manter os serviços do Santa Isabel, Moisés afirmou que a unidade está incluída no repasse do Governo do Estado para hospitais filantrópicos de Santa Catarina. A expectativa é que o Hospital Santa Isabel receba cerca de R$ 1 milhão por mês a partir do próximo ano.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Saúde

publicidade

Colunistas

    publicidade

    publicidade

    publicidade