O governo de Santa Catarina confirmou que vai garantir o reajuste de 50% no piso dos profisisonais da advocacia dativa. A medida também oferecerá aumento de 20% sobre o teto dos honorários no Sistema de Assistência Judiciária Gratuita. Ao menos 12 mil profissionais devem ser impactatos.

Continua depois da publicidade

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

O anúncio foi feito na tarde desta segunda-feira (23), após uma reunião entre o governador, Carlos Moisés da Silva (Republicanos), e a presidente da Ordem dos Advogados de Santa Catarina (OAB-SC), Cláudia Prudêncio. 

Além de advogados, a proposta também reconhece outros servidores que atuam no segmento que oferece, de forma gratuita, serviços judiciário e de defesa da população carente em todas as regiões do Estado. Também devem receber o reajuste defensores dativos, peritos, engenheiros, contadores, dentre outros. 

O valor do piso será retirado do fundo do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC). Caso o órgão não tenha o recurso, o Estado entra com um axuílio para garantir o pagamento. 

Continua depois da publicidade

A previsão é que a proposta seja levada ao Conselho da Magistratura em junho. O desembargador João Henrique Blasi, presidente TJSC, deve ser o responsável pelos trâmites. 

— Recebemos este pleito com a absoluta vontade de fazê-lo concretizar, garantindo, se assim for necessário, os recursos suplementares para honrar este reajuste. É, antes de tudo, a valorização daqueles que garantem o acesso à justiça no Estado — enfatiza Carlos Moisés.

Também devem receber o reajuste defensores dativos e peritos
Também devem receber o reajuste defensores dativos e peritos (Foto: Peterson Paul/Secom)

Leia também: 

Conselho Estadual de Educação entrega Comenda de Mérito Educacional

Movimentos nos bastidores para as Eleições 2022 mobilizam equipe jurídica de Moisés

Blumenau vai mudar lei de quase 50 anos para encaminhar compra do Complexo do Sesi

Destaques do NSC Total