nsc
hora_de_sc

Paralisação

Greve dos servidores públicos de Florianópolis é ilegal, decide Justiça

Decisão desta quinta-feira (10) também determina o retorno imediato das atividades na Capital

10/02/2022 - 21h40

Compartilhe

Luana
Por Luana Amorim
Alguns serviços foram afetados durante a paralisação dos servidores
Alguns serviços foram afetados durante a paralisação dos servidores
(Foto: )

A Justiça deferiu a medida liminar solicitada pela prefeitura de Florianópolis e declarou ilegal a greve deflagrada por servidores públicos do município. A decisão saiu nesta quinta-feira (10) à noite. A paralisação afeta, principalmente, os setores da saúde, educação, assistência social e captação de lixo. 

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

A decisão é da juíza Sonia Mara Schmitz, que também determinou o retorno imediato das atividades atingidas pela greve. No documento, ela também pede que sindicato e servidores "se abstenham de tumultuar a prestação de serviços públicos, de bloquear o acesso às respectivas unidades e de constranger servidores e empregados que não participem do movimento". 

A magistrada ainda determinou que, em caso de manifestação, que aconteça a uma distância de 450 metros de imóveis públicos destinados às atividades. Caso a liminar não seja cumprida, a juíza decidiu pela aplicação de uma multa diária de R$ 100.000,00, assim que o sindicato for intimado da decisão. 

A greve de servidores públicos de Florianópólis foi deflagrada na quarta-feira (9). Entre as queixas da categoria, segundo o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis (Sintrasem), estão férias canceladas, falta de valorização salarial e de investimentos nas unidades de acolhimento e assistência social. 

A prefeitura de Florianópolis chegou a rebater as reinvidicações ao dizer que houve investimento na área da saúde durante a alta dos casos da variante Ômicron. Além disso, a administração municipal afirmou que vai contratar novas pessoas para substituir os funcionários em greve, caso seja necessário. 

Leia também: 

Lagarta-cachorrinho encontrada em SC é venenosa; entenda

Número de mortes por Covid cresce e SC tem 208 óbitos em apenas 9 dias

SC será um "grande BBB" com quase 9 mil câmeras de monitoramento

Colunistas