A Polícia Federal (PF) realiza, na manhã desta terça-feira (25), a operação “i-Conti”, que cumpre sete mandados de busca e apreensão envolvendo mais de 300 imóveis em Joinville e Itapoá, usados para lavagem de dinheiro e que podem ter ligação com a máfia italiana.

Continua depois da publicidade

​​​​​​​​​​​​​> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

A operação teve início após a prisão de um indivíduo que utilizava documentos falsos. Após buscas no banco de dados da Receita Federal, a polícia identificou uma ligação entre grupos de criminosos da Itália e Brasil que teriam criado uma série de empresas fantasmas, registradas com documentos falsificados.

> Rolê de quebrada: jovens de periferia organizam encontros de bicicleta em Joinville
> Compra de drone para a PM em Joinville entra em pauta de associação

Os suspeitos seriam responsáveis pela compra dos imóveis nas cidades do Litoral Norte de Santa Catarina.

Continua depois da publicidade

De acordo com informações da PF, a ação busca combater os crimes de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. A operação tem apoio da Receita Federal e Ministério Público Federal. Até o momento, ninguém foi preso.

Conexão com a Itália

Após a investigação inicial, a Receita Federal enviou as informações para o Ministério Público, que acionou a Polícia Federal para a investigação do grupo criminoso. 

Ao trocar informações com as polícias italianas, foi identificado que seis integrantes do grupo tinham antecedentes criminais na Itália, respondendo a processos por roubo, falsificação de documentos e possível ligação com a máfia.

De acordo com a PF, a suspeita é de que a origem do dinheiro utilizado na compra dos imóveis venha do crime organizado na Itália, o que caracteriza crime de lavagem de dinheiro.

Continua depois da publicidade

A Justiça Federal decretou o bloqueio de todos os bens, como móveis, imóveis e valores em nome dos envolvidos e de suas empresas.

Leia também

“Não cometemos nenhum crime”, dizem pais da campanha AME Jonatas após condenação em SC

Recital gratuito homenageia quatro idiomas catarinenses em Joinville

Joinville tem um milhão de viagens por dia; 44% por meio de carros

Destaques do NSC Total