nsc
hora_de_sc

Grande Florianópolis

Grupo é suspeito de desviar até R$ 21 mil do auxílio emergencial em SC

PF cumpriu mandados de busca e apreensão na manhã desta quarta-feira (4), em Tijucas e São João Batista

04/05/2022 - 15h10

Compartilhe

Luana
Por Luana Amorim
Suspeitos usavam nomes de outras pessoas para aplicar os golpes
Suspeitos usavam nomes de outras pessoas para aplicar os golpes
(Foto: )

Ao menos seis mandados de busca e apreensão foram cumpridos nesta quinta-feira (4) pela Polícia Federal contra um grupo suspeito de desviar valores do auxílio emergencial na Grande Florianópolis. Segundo a PF, cerca de R$ 21 mil foram alvos de fraudes no Estado. 

Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

De acordo com as investigações, os suspeitos, usando o nome de outras pessoas, abriram contas bancárias e desviaram valores dos beneficiários do auxílio emergencial por meio de boletos bancários falsos. O número de pessoas prejudicadas pelo esquema, no entanto, não foi divulgado. 

Nesta quarta-feira, os mandados foram cumpridos em São João Batista e em Tijucas. O objetivo, segundo a Polícia Federal, é reunir novas provas que possam atestar a materialidade e os autores dos crimes, além do caminho para recuperar o valor desviado durante a ação dos suspeitos. 

A investigação sobre a fraude continua. Ainda segundo a PF, os investigados podem ser indiciados pela prática de furto qualificado e associação criminosa. As penas, somadas, podem ultrapassar 11 anos de prisão. 

A operação desta quarta faz parte de mais uma etapa da investigação denominada "Fraude Emergencial", que há 10 meses se empenha em apurar em Santa Catarina os desvios de recursos públicos destinados a mitigar os efeitos da pandemia de Covid-19. 

Leia também: 

EXCLUSIVO: 1 ano após chacina em creche, documentário mostra como Saudades supera tragédia

Daniel Silveira recusa intimação de Moraes e diz que não usará tornozeleira

Jovem é morto por grupo de 10 homens no pátio de casa em Palhoça, diz polícia

Colunistas