A hepatite misteriosa, doença que atinge principalmente crianças e adolescentes está alarmando diversas pessoas e pais ao redor do mundo todo. Os sintomas são causados por um vírus que ainda não se tem informações sobre o surgimento.

Continua depois da publicidade

> Compartilhe essa notícia no Whatsapp

A doença está sendo chamada de misteriosa pois diferente das outras hepatites – inflamação no fígado – causadas pelos vírus A, B, C, D e E pode ter sintomas parecidos com os dos vírus já conhecidos. No entanto, os estudos feitos até o momento, que isolam um adenovírus, não identificaram os já conhecidos.

É importante lembrar que já existe vacina para as hepatites A e B, que devem ser tomadas pelas crianças nas épocas de imunização. No Brasil, o esquema vacinal para esta versão da doença é feito em cinco doses, sendo 2 para a hepatite A e três para a hepatite B.

Para a hepatite A, a criança deve tomar duas doses com intervalo de seis meses. As sociedades brasileiras de Pediatria (SBP) e de Imunizações (SBIm) recomendam a aplicação rotineira aos 12 e 18 meses de idade, ou o mais cedo possível, quando a vacinação não ocorrer nestas idades recomendadas.

Continua depois da publicidade

Já para a hepatite B, é necessário que a primeira dose da vacina seja dada ao nascer, a segunda quando o bebê completar um mês e a terceira quando completar seis meses.

Sintomas da hepatite misteriosa

  • Diarreia
  • Vômito
  • Dores abdominais
  • Febre (em menos casos)
  • Icterícia (Olhos e pele amarelados)
  • Urina escura

> Pode tomar remédio para reação da vacina contra a Covid-19?

Hepatite misteriosa no Brasil

O primeiro caso suspeito de hepatite misteriosa em crianças foi registrado em Santa Catarina. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (9), em primeira mão, pelo Superintendente de Vigilância em Saúde de Santa Catarina, Eduardo Macário, durante o Notícia na Manhã, da CBN Floripa. 

No Brasil, até o dia 6 de maio de 2022 ainda não haviam sido divulgados casos de infectados pela doença no país. No entanto, o Ministério da Saúde investiga sete possíveis infecções. As autoridades de Saúde se movimentam para alertar a população para o possível surto do novo vírus misterioso.

Continua depois da publicidade

> Gripe ou Covid-19: saiba a diferença entre os sintomas

Alerta mundial da OMS para hepatite misteriosa

No dia 23 de abril a Organização Mundial da Saúde (OMS) emitiu um alerta sobre um novo tipo de hepatite aguda —inflamação do fígado— que atinge crianças e adolescentes previamente saudáveis. Já são mais de 200 casos registrados. No início de maio, já pelo menos 20 países já tinham casos, com a maioria sendo no Reino Unido.

A origem da hepatite misteriosa ainda é duvidosa e desconhecida para as autoridades de saúde e preocupa tanto os países europeus quanto os Estados Unidos e o Brasil. A OMS notificou dez casos de hepatite aguda severa de origem desconhecida em crianças de até dez anos na Escócia, em 5 de abril. Dias depois, foram identificados 74 casos no Reino Unido.

> OMS confirma casos de hepatite de origem desconhecida

Prevenção da hepatite misteriosa

Para prevenir a hepatite misteriosa, médicos e imunologistas recomendam que se tenha boas práticas de higiene, principalmente das mãos e de alimentos.

Além disso, ainda que não haja uma vacina específica para este novo “tipo” de hepatite, é importante que os pais mantenham os filhos vacinados contra as variações que já tem imunizante, como as de Hepatite A e B.

Continua depois da publicidade

Veja o vídeo sobre vacinação e covid

Você também pode querer ler

Chocolate pode prevenir doenças cardiovasculares e ósseas, além de reduzir estresse

Conheça os benefícios do leite para a saúde

Destaques do NSC Total