nsc
santa

Violência doméstica

Homem ameaça jogar ácido na ex-esposa e acaba preso em Blumenau 

Outras duas ocorrências de violência contra a mulher foram registrados na cidade em pouco mais de quatro horas 

25/04/2020 - 06h57 - Atualizada em: 25/04/2020 - 07h26

Compartilhe

Augusto
Por Augusto Ittner
­
(Foto: )

Um homem foi preso na noite desta sexta-feira (24), em Blumenau, após ameaçar jogar ácido na ex-esposa. A mulher relatou à Polícia Militar que estava caminhando em uma via na Itoupava Central, quando foi abordada pelo ex-companheiro. Ele estaria com uma lata na mão e ameaçando feri-la. A PM abordou o agressor e o encaminhou à Central de Polícia.

Leia também: Com facão, homem ameaça matar a irmã e acaba preso na Velha Central

E mais: Filho é preso após ameaçar agredir a mãe com enxada em Blumenau

Outras duas ocorrências de violência contra a mulher foram registradas nesta sexta-feira. A primeira foi na Velha Central, por volta das 18h. A vítima contou aos PMs que o marido chegou em casa embriagado e ameaçou matá-la. Ela alegou que essas ameaças ocorrem constantemente, o que motivou a prisão do agressor.

> Quer receber notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do Santa

Um terceiro caso de violência doméstica foi no Salto do Norte. A vítima disse que teve uma discussão com o companheiro por conta da separação do casal. Revoltado, o homem a agrediu nos braços e a ameaçou. Nessa ocorrência, o agressor fugiu e não foi localizado pela PM.

Números importantes

Polícia Militar

Telefone 190: quando presenciar ou vivenciar algum episódio de violência contra a mulher.

Rede Catarina

Telefone 3221-7332 e e-mail 10bpmredecatarina@pm.sc.gov.br: para receber acompanhamento da polícia ou buscar orientação sobre as ferramentas de proteção à mulher.

Central de Atendimento para Mulher em Situação de Violência

Telefone 180: para buscar orientação sobre direitos e serviços públicos à população feminina, bem como para denúncias ou relatos de violência.

Delegacia de Polícia de Proteção a Mulher, Criança e Adolescente

Telefone 3329-8829: para registrar ocorrência de violência contra a mulher, bem como requerer medidas protetivas e iniciar processos contra agressores.

Colunistas