nsc
    an

    Investigação

    Homem é preso por participação em sequestro de idoso em Joinville

    Dois suspeitos de também atuarem no crime continuam foragidos

    06/01/2021 - 05h00

    Compartilhe

    Cláudia
    Por Cláudia Morriesen
    foto mostra agostinho boso
    Agostinho Boso havia saído para trabalhar como guincheiro em Joinville quando foi sequestrado
    (Foto: )

    Um dos suspeitos de sequestrar um idoso de 65 anos em Joinville foi identificado pela polícia e preso na noite desta terça-feira, em Joinville. Ele tem 32 anos e estava em casa, no bairro Parque Guarani, no momento em que foi encontrado pela polícia. 

    > Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

    O homem teve a prisão temporária decretada pela Justiça ainda na terça-feira. Depois de ser levado para interrogatório, foi encaminhado para o Presídio Regional de Joinville, e fica à disposição da Justiça. Ele deve respoder por extorsão mediante sequestro.

    Até agora, a polícia identificou quatro suspeitos de envolvimento no crime, e prendeu dois homens. O primeiro suspeito já havia sido identificado e foi preso no dia 29, antes mesmo do idoso ser encontrado no cativeiro, após se envolver em confronto com a polícia. Ele foi baleado e atingiu um policial. Por isso, além de responder por extorsão mediante sequestro, ele ainda poderá responder por tentativa de homicídio.

    Os outros dois suspeitos já foram identificados, mas continuam foragidos. Segundo a Polícia Civil, três suspeitos são do Paraná e um é natural do Rio de Janeiro, mas todos já moravam em Joinville há alguns anos.A polícia também informou que todos os envolvidos identificados até o momento têm passagens criminais. Entre elas, estão os crimes de violência doméstica, tráfico de drogas, furto e receptação. Ainda de acordo com a investigação, os suspeitos não conheciam a vítima.

    Os policiais seguem realizando investigações e buscas para encontrar os suspeitos e dar sequência ao inquérito. As fotos dos homens não foram divulgadas pela polícia devido à lei de abuso de autoridade.

    > Joinville passa das 500 mortes por coronavírus desde o começo da pandemia

    Relembre o caso

    Agostinho havia saído para trabalhar na manhã do dia 24 e não voltou mais para casa. Ele atua como guincheiro e o seu caminhão foi encontrado no bairro Petrópolis. A família de Agostinho havia recebido ligações dos suspeitos para um pedido de resgate. O caso passou a ser tratado pela Polícia Civil como extorsão mediante sequestro.

    No dia 30, o idoso foi resgatado pela polícia em um cativeiro em Guaratuba (PR). A vítima apresentava quadro de desidratação e precisou ser levada para o hospital, antes de ser liberada para reencontrar a família.

    Leia mais

    > Ponte sobre rio Itajuba é interditada por risco de desabamento em Barra Velha

    > Pinguim é encontrado em praia de São Francisco do Sul

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas