Um homem de 36 anos foi preso por suspeita de estuprar e manter a mulher em cárcere privado em Joinville. A vítima, de 38 anos, também teria sido agredida com socos e tapas pelo parceiro. O caso aconteceu por volta das 21h desta terça-feira (14) em uma quitinete do bairro Costa e Silva. As informações são da Polícia Militar (PM).

Continua depois da publicidade

​​​> ​Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

No local, os policiais ouviram a mulher que namorava com o suspeito. Ela relatou que, ao comunicá-lo sobre o desejo de terminar o relacionamento, ele demonstrou um comportamento agressivo.

Conforme a PM, na noite de terça-feira, ela estava em casa recebendo visitas quando o homem invadiu a residência e passou a ameaçá-la de morte. Ele mandou as pessoas embora e trancou a vítima dentro de casa.

Momentos depois, o homem teria começado a bater na mulher com socos e tapas, o que deixou a vítima lesionada. Ainda segundo o relato da polícia, após a agressão ele teria a estuprado e mantido em cárcere privado por mais de uma hora. O homem ainda teria ameaçado divulgar fotos e vídeos da vítima e intimidado os familiares dela, caso houvesse denúncia.

Continua depois da publicidade

O suspeito foi embora do local e, segundo a PM, ligou e enviou mensagens ameaçando a mulher durante todo o atendimento da ocorrência.

Os policiais foram até o local onde ele estava e prenderam o agressor. Após a prisão, o homem foi levado para a Central de Polícia.

Sob supervisão de Lucas Paraizo

Leia também:

Viatura falsa e armas: assaltantes que se disfarçavam de policiais são presos no Norte de SC

Adolescente que teve rosto queimado por vela em bar de Joinville apresenta melhora

Ex-secretário morto em Major Vieira estava sendo vigiado por suspeitos, diz polícia

Destaques do NSC Total