Blumenau perdeu neste fim de semana uma das integrantes do seleto grupo de moradoras centenárias da cidade. Dona Herta Wienhage morreu no último sábado (2) aos 104 anos. Ao ser lembrada pela filha Eronita Wruck, com quem morava atualmente, a idosa é descrita como uma apaixonada pela bocha e pelo bolão, esportes que praticou na Sociedade 1º de Janeiro e no Caça e Tiro Itoupava Norte.

Continua depois da publicidade

Inscreva-se e receba notícias pelo WhatsApp do Vale do Itajaí

Natural de Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí, Herta veio para Blumenau ainda jovem, em busca de trabalho. Aqui encontrou o amor, e se casou com Francisco. A união trouxe ao mundo cinco filhos. Um deles, Nilton, nasceu durante a Segunda Guerra Mundial. Eronita lembra da mãe contando sobre os desafios daquela época, que dificultavam até o acesso ao leite para o bebê.

A primeira morada em Blumenau foi na Rua São Cristóvão, na Itoupava Norte. Mas foi na Rua Henrique Reif, na Nova Esperança, que a Oma, como era chamada pelos seis netos e 10 bisnetos, comemorou os últimos aniversários. A filha mostra com carinho as fotos de dona Herta com a família. Em uma das imagens, na celebração de 104 anos, aparecem inclusive os profissionais que ajudavam a cuidá-la.

Continua depois da publicidade

Avó carinhosa, mas que também puxava a orelha quando necessário, a idosa estava acostumada com as brincadeiras sobre a idade. Afinal, chamava a atenção a data na certidão de nascimento: 27 de maio de 1919. Mais de um século de vida bastante ativa e lúcida, lembra Eronita. Ninguém na família tinha chegado a essa idade. Dona Herta foi sepultada no domingo (3), no Cemitério da Comunidade do Fidélis.

Centenários de Blumenau

Dados do último censo demográfico, feito pelo IBGE no ano passado, mostravam 33 centenários vivendo em Blumenau. Eram 21 mulheres e 12 homens. Domingo Jose Tamasia, morador da Vila Itoupava, é um dos integrantes desse grupo. Ele foi destaque no NSC Total Blumenau em 2019 e esse ano chegou aos 104. Outra figura marcante, cuja história também foi contada aqui, é Catarina da Costa, de 106 anos.

Leia mais

Blumenau e Rio do Sul estão entre as cidades de SC com mais mulheres do que homens

Santa Catarina tem maior índice de envelhecimento da população em quatro décadas

Destaques do NSC Total