nsc
an

Boas Notícias

Idoso que tentou salvar casa de incêndio com pote de sorvete ganha novo lar

Rede de solidariedade foi criada em menos de 48 horas desde que ele e a esposa perderam o imóvel

27/02/2021 - 06h00 - Atualizada em: 27/02/2021 - 15h37

Compartilhe

Cláudia
Por Cláudia Morriesen
foto mostra família em frente à casa semelhante ao imóvel que será construído para eles em Garuva
Sebastião e Catarina visitaram uma casa semelhante à que será construída para eles
(Foto: )

O idoso que perdeu a casa em um incêndio — e tentou salvá-la jogando água com um pote de sorvete no fogo — recebeu uma onda de solidariedade desde a tragédia, que ocorreu na quarta-feira (24). Foram criadas "vaquinhas" virtuais e doações começaram a chegar, em dinheiro, material de construção e oferta de serviços gratuitos para construção de um novo imóvel para Sebastião Silveira, 95 anos, e Catarina Tomazini, 78 anos. Nesta sexta-feira (26), no entanto, eles receberam a maior surpresa de todas: iriam ganhar uma casa nova e poderão morar nela em menos de suas semanas. 

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

O casal vivia na mesma residência há mais de seis décadas, na localidade de Urubuquara, às margens da BR-101. Na quarta-feira, a casa de madeira foi consumida pelo fogo diante dos olhos deles. Era de manhã quando o fogo começou, e os idosos estavam sozinhos. 

> O que abre e fecha em SC nos próximos fins de semana com as novas restrições

A neta de 13 anos, que mora com os pais na casa ao lado, foi a primeira a perceber o incêndio. Quando chegou no local, encontrou o avô tentando salvar o lugar construído há mais de 60 anos do jeito que podia: enchendo um pote de sorvete vazio com água da pia para jogar no fogo.

Como os idosos perderam também os móveis e a maior parte dos eletrodométicos, uma vaquinha virtual continua no ar. Na noite desta sexta-feira, havia arrecadado pouco mais de R$ 15 mil. 

Leia também:

> Adolescente de Garuva ajuda mãe a comprar casa após produzir peças de crochê

Colunistas