nsc
    nsc

    Tecnologia para o empreendedor

    Inadimplência bate recorde, mas tecnologia pode auxiliar empresários na gestão de cobranças

    Em meio à crise da pandemia, o percentual de famílias brasileiras com dívidas atingiu novo recorde histórico em junho, segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic)

    30/07/2020 - 11h03

    Compartilhe

    Estúdio
    Por Estúdio NSC
    tecnologias acessíveis
    (Foto: )

    O reflexos da crise sanitária da Covid-19 começam a ser contabilizados na economia, impactando diretamente no fluxo de caixa das empresas, principalmente dos pequenos negócios. Segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), no mês de junho, com alta de 0,6 ponto porcentual, o percentual de famílias endividadas chegou a 67,1%, um recorde histórico.

    A pesquisa, realizada pela Confederação Nacional do Comércio (CNC) desde janeiro de 2010, aponta que o número de famílias com dívidas ou contas em atraso chegou a 25,4% em junho, atingindo o maior nível desde dezembro de 2017. Já o total de famílias que declararam não ter condições de pagar suas contas ou dívidas em atraso e que, portanto, permanecerão inadimplentes, chegou a 11,6% - patamar mais alto desde novembro de 2012.

    >> Como a automação de processos pode auxiliar empreendedores neste período de crise

    Os dados assustam o mercado e se tornam preocupação para empresários de todos os setores. Um cenário que acende o alerta para a necessidade de otimização dos serviços de cobrança, minimizando o acúmulo de prejuízos. De acordo com Piero Contezini, CEO do Asaas, software de gestão de pagamentos e cobranças, a gestão financeira deve ser prioridade para quem tem uma empresa.

    — Ter registros de inadimplências, por exemplo, evita que a cobrança seja feita de uma forma indevida e acabe afastando clientes com bom histórico de pagamentos, mas tenham tido algum problema momentâneo — afirma Piero.

    Automatização de cobranças

    Com todos os desafios que o momento tem provocado, muitos empresários estão acumulando tarefas para enfrentar a crise e acabam negligenciando o serviço de cobranças. Segundo o vice-presidente da fintech Asaas, Diego B. Contezini, os motivos de inadimplência estão ligados, além da situação econômica do país, ao descontrole sobre as finanças.

    — Para driblar os efeitos da desorganização dos clientes quanto às datas de pagamento e evitar que eles atrasem parcelas, o sistema de gestão Asaas dispara alertas para as datas de vencimentos, evitando que os compromissos sejam esquecidos pelo comprador. A plataforma é acessível e descomplicada, na medida para o autônomo e o empreendedor que não têm tempo a perder — comenta.

    Sobre a Asaas

    Com sede em Joinville (SC), a startup oferece serviços financeiros para profissionais autônomos, MEIs e micro e pequenas empresas. Criada em dezembro de 2013, a plataforma Asaas é uma solução completa para gestão de cobranças, pagamentos e antecipações.

    Desde o lançamento da startup, o sistema já recebeu investimentos de mais de R$ 10 milhões. Os bons resultados levaram a fintech a ser escolhida uma das 50 mais inovadoras da América Latina pelo Fórum Econômico Mundial em 2018 e estar entre as 19 fintechs para se ficar de olho pela pesquisa Fintech Mining Report, realizada em 2019 pela plataforma Distrito junto à consultoria KPMG.

    Saiba mais acompanhando o canal Tecnologias para o empreendedor.​ ​

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Especiais Publicitários

    Colunistas