nsc

publicidade

Fogo em vegetação

Incêndio atinge Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, na Grande Florianópolis

Bombeiros de Palhoça e helicóptero Arcanjo trabalham para conter chamas

10/09/2019 - 16h16 - Atualizada em: 12/09/2019 - 08h57

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
fogo Serra do Tabuleiro
Segundo os bombeiros, área atingida fica entre a praia da Pinheira e a BR-101
(Foto: )

Um incêndio de grandes proporções atinge o Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, na Grande Florianópolis, nesta terça-feira (10). O combate às chamas é feito desde o final da manhã pelo Corpo de Bombeiros de Palhoça.

Segundo os bombeiros, a área fica entre a praia da Pinheira, em Palhoça, e a BR-101, incluindo vegetação rasteira e também partes mais altas. Ainda não é possível precisar a extensão da queimada.

Os bombeiros também informaram que o combate ao incêndio iniciou por solo. À tarde, o helicóptero Arcanjo prestou auxílio para tentar conter as chamas em áreas de difícil acesso.

Leia também:

Pelo menos 2,5 mil m² foram atingidos por incêndio no Parque da Serra do Tabuleiro

Palhoça decreta situação de emergência após incêndio no Parque da Serra do Tabuleiro

“Imagino que tenha sido causa humana”, diz bombeiro sobre incêndio na Serra do Tabuleiro

Cheiro da fumaça em Florianópolis

Durante a noite desta terça, um cheiro de fumaça foi sentido por moradores das regiões centrais de Florianópolis. Os Bombeiros dizem que existe possibilidade de ser resultado das chamas em Palhoça, mas que não é possível afirmar que o odor seja causado pelo incêndio. Isso depende das condições do vento, visto que o fogo gerou bastante fumaça.

Uma cortina de fumaça pôde ser vista de longe do local do incêndio, como mostra a imagem abaixo.

Fumaça pode ser vista a vários quilômetros de distância
Fumaça pode ser vista a vários quilômetros de distância
(Foto: )

Combate por terra durante a noite

Por volta das 18h30min, o helicóptero parou de trabalhar no combate do fogo, porque há risco para a operação da aeronave no período noturno. Uma guarnição dos Bombeiros, com cerca de 20 homens, deve continuar o trabalho por terra, até o amanhecer.

Uma das preocupações dos Bombeiros é que a área está próxima das casas que ficam nas imediações da Praia do Sonho. Apesar desse risco, não há informações de feridos até o começo da noite desta terça-feira.

Às 21h, o fogo mais próximo às casas já tinha sido controlado. Mesmo assim, uma guarnição estava avaliando a situação, para definir se poderia ser necessária a evacuação de algum imóvel.

Vídeos mostram local do incêndio

Outros incêndios em SC neste ano

Nas últimas semanas, vários incêndios ambientais atingiram Santa Catarina. O mais expressivo aconteceu em Florianópolis, onde cerca de 5 hectares do Parque do Rio Vermelho foram destruídos pelo fogo, que levou cerca de uma semana para ser controlado.

Os Bombeiros informaram que havia indícios de intervenção humana no Rio Vermelho, porque foram identificados três focos principais. Além disso, segundo a corporação, apesar de o clima estar favorável à propagação das chamas, devido à estiagem que atinge a região, Santa Catarina não tem as características de locais onde há combustão espontânea.

Por causa dos indícios encontrados, o caso foi encaminhado à Polícia Civil, que irá apurar se o fogo foi intencional ou acidental, bem como se há autoria de crime.

Leia também

Serra catarinense registra aumento de 85% no número de ocorrências envolvendo incêndios florestais

Bombeiros encontram indício de incêndio criminoso no Parque do Rio Vermelho, em Florianópolis

Até agosto, Brasil tem maior número de incêndios desde 2010

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

publicidade