Itajaí não terá a tradicional festa do peixe este ano e por um bom motivo. As 10 toneladas de pescados que seriam servidas gratuitamente ao público serão destinadas às famílias atingidas pelas enchentes no Rio Grande do Sul. A decisão foi divulgada nesta terça-feira (21) pela prefeitura.

Continua depois da publicidade

A decisão teve o apoio dos sindicatos dos Armadores e das Indústrias da Pesca de Itajaí e Região (Sindipi) e dos Trabalhadores na Empresa de Pesca de Santa Catarina (Sitrapesca).

Receba notícias de Itajaí e região por WhatsApp

A festa estava prevista para ocorrer em 29 de junho, no pátio ao lado do Centreventos, em comemoração ao Dia do Pescador. Agora, para não deixar a data passar em branco, uma série de atividades educativas e de apoio ao setor será realizada ao longo de uma semana inteira.

— Nós sabemos bem como é difícil nos reerguermos após uma calamidade como essa pela qual passam os gaúchos e diante disso sequer temos motivos para comemorar — explica o secretário de Desenvolvimento Econômico de Itajaí, Ricardo Augusto dos Santos.

Continua depois da publicidade

A cidade é reconhecida como a Capital Nacional da Pesca. Afinal, o município tem aproximadamente 500 embarcações de pesca industrial, cerca de 40 indústrias de pescados congelados e uma das maiores enlatadoras de pescados da América Latina.

Assim como ocorre para a festa, os peixes são doados por empresas da região. Voluntários se colocaram à disposição para levar o alimento ao Rio Grande do Sul em data ainda a ser definida.

Leia mais

Beto Carrero dá entrada de graça a visitante que ajudar crianças do Rio Grande do Sul

Bilhete enviado por casal de Indaial com doações comove gaúchos: “Aqueça além do corpo”

Empresário de Balneário Camboriú dá exemplo de solidariedade e passa 17 dias ajudando no RS

Destaques do NSC Total