nsc
an

Animais

Jararaca encontrada em loja de SC passa por cirurgia após ter parte da cauda necrosada

Cobra foi devolvida à natureza nesta semana em Jaraguá do Sul

03/08/2022 - 06h52 - Atualizada em: 03/08/2022 - 07h43

Compartilhe

Sofia
Por Sofia Mayer
Animal foi encontrado em uma loja de bibicleta
Animal foi encontrado em uma loja de bibicleta
(Foto: )

Uma das jararacas encontradas dentro de uma loja de bicicletas no bairro Barra do Rio Molha, em Jaraguá do Sul, passou por cirurgia antes de ser devolvida à natureza no início desta semana. Ela estava com parte da cauda necrosada. As informações são do g1.

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Conforme informou o biólogo Christian Raboch, da Fundação Jaraguaense de Meio Ambiente (Fujama), a lesão provavelmente foi causada por uma enxada. 

— Estava com uma parte necrosada e precisou passar por uma mini cirurgia, digamos assim. A gente a levou no veterinário, retirou o tecido morto, limpou bem, deu antibiótico para ela e suturou o local — explica.

O animal foi solto na segunda-feira (1º) em uma área de mata do município no Norte de Santa Catarina. 

> Duas jararacas são encontradas em loja de Jaraguá do Sul em uma semana; veja vídeo

A jararaca é considerada uma cobra venenosa que se alimenta de ratos e pode aparecer próximo de residências para isso.

O que fazer em caso de picada?

  • Caso seja picado por uma cobra, não se deve amarrar o local. Segundo o biólogo Christian Lempek, o torniquete pode aumentar o risco de necrosar o local e resultar até em amputação;
  • Não se deve cortar o local, fazer perfurações ou sucção;
  • O local da picada deve ser lavado com água e sabão;
  • A vítima deve ser levada o mais rápido possível ao hospital;
  • É importante tentar identificar a serpente (pode ser por foto, se possível), pois isso facilitará para escolha do soro antiofídico a ser aplicado.

Onde ligar

  • Entre em contato com os Bombeiros (193) ou com a Polícia Ambiental da sua cidade (190);
  • Em caso de acidente com serpente, entre em contato com o Samu (192), os Bombeiros (193) ou se dirija ao hospital público mais próximo;
  • Em caso de dúvidas ou orientações sobre procedimentos de primeiros socorros, ligue para o Centro de Informação e Assistência Toxicológica de Santa Catarina (CIATox/SC), pelo telefone: 0800 643 5252.
  • Em Jaraguá do Sul, o telefone da Fujama é (47) 3273-8008, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h.

Leia também

Joinville tem 20 postos de saúde com falta de médicos ou enfermeiros; veja quais

Operação nacional contra fraudes em contas eletrônicas cumpre mandados em Joinville

Dois imóveis de instituto de previdência podem ser leiloados em Joinville em 2022

Colunistas