nsc
santa

Resgate

Jovens ficam presos em ilha de Balneário Camboriú após usarem colchão inflável como barco

Grupo passou a noite ilhado, sem água potável ou comida

04/07/2021 - 13h11 - Atualizada em: 05/07/2021 - 13h36

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
As quatro pessoas não sabiam nadar e estavam sem mantimentos
As quatro pessoas não sabiam nadar e estavam sem água potável e comida
(Foto: )

Quatro jovens precisaram de resgate na manhã deste domingo (4), após ficarem presos na Ilha das Cabras, em Balneário Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina. O grupo havia usado dois colchões infláveis para chegar ao local, na tarde de sábado (3), mas não previu que o material poderia furar ao encostar nas pedras. Eles ficaram sem comida e água potável e nenhum deles sabia nadar.

Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

Desvendado o que causou explosão em unidade da Celesc e provocou apagão no Litoral de SC

Conforme o 13º Batalhão de Bombeiros Militar, o grupo passou a noite ilhado, depois que ambos os colchões infláveis usados por eles como barcos furaram. 

A intenção dos jovens, segundo relataram à equipe de resgate, era acampar na ilha, onde também pretendiam pescar, e retornarem no domingo com ajuda dos colchões.

Ao perceberem que não tinham mais como retornar, o grupo ainda aguardou pela passagem de algum barco ou lancha para pedirem ajuda, o que não ocorreu. Já sem mantimentos para sobreviverem, acionaram os bombeiros.

Os jovens foram retirados um de cada vez do local, de acordo com o Corpo de Bombeiros, por conta da ondulação, que joga a embarcação contra as pedras e poderia colocá-los em risco. Todos foram deixados em segurança na faixa de areia, em frente a Rua 2000, junto com os equipamentos que tinham levado.

Leia também

Justiça determina demolição de seis andares de arranha-céu em Balneário Camboriú

Beach clubs de Jurerê Internacional devem ter estruturas demolidas, determina STF

Colunistas